Image default
Críticas Mangá

The Legend of Zelda Minish Cap | Quarto volume da coleção da Panini é o melhor até agora

Editora Panini acaba de lançar o quarto volume da sua coleção The Legend of Zelda Perfect Edition, agora focado nos jogos Minish Cap e Phantom Hourglass. O material é oficial da Nintendo e custa R$ 29,90 por edição, mas vale muito o preço de capa. Confira, logo abaixo, nosso vídeo review com book tour pela obra, além de crítica em texto na sequência:


Veja também:


Quem comanda a quarta edição da coleção é, novamente, Akira Himekawa, o pseudônimo de uma dupla de autoras muito talentosas. Seus traços e roteiro continuam ótimos e qualquer fã de Zelda que se preze vai adorar reviver suas memórias dos jogos ao longo das quase 400 páginas do mangá.

Mais cartoon, mais diversão

Este é o primeiro volume que conta com o Toon Link, a versão mais cartoonizada do herói, com aquele visual lançado em The Wind Waker. Naturalmente, sua presença faz com que as duas histórias ganhem um ar mais infantilizado, inocente e cômico, o que funciona muito bem em favor das histórias.

As cenas engraçadas ficam ainda mais hilárias graças à liberdade criativa de poder desenhar as mais diversas caretas no personagem! Os demais heróis e vilões também se beneficiam disso, em especial o carismático Capitão Linebeck de Phantom Hourglass, que eu achei o personagem melhor escrito na saga até agora.

No finzinho do mangá, retorna a tradicional sessão de extras, com direito a fotos dos bastidores do estúdio de Akira Himekawa, o que é bem interessante para quem curte saber mais sobre o processo de produção de mangás. Além disso, no meio do livro há uma breve historinha sobre a vida de Vaati e Ezlo antes de Minish Cap. É uma leitura sob medida para todos os fãs da série Zelda! 

[rwp-review id=”0″]

Related posts

Mega Rayquaza confirmado para Pokémon Omega Ruby e Alpha Sapphire

Guilherme Soares

Top 6 Animes indicados pelo PlayReplay

Guilherme Soares

Fortnite Battle Royale | Google encontra falha de segurança no APK do jogo

Rodrigo Estevam