Image default
Últimas Notícias

Ubisoft e Amblyotech criam primeiro jogo terapêutico para tratar ambliopia

Por meio de um press release, a Ubisoft e a Amblyotech anunciaram uma parceria para o desenvolvimento de Dig Rush, o primeiro jogo baseado em um método usado para o tratamento da ambliopia, conhecida como “olho preguiçoso”.

Baseada em técnicas patenteadas dos doutores Robert Hess, Benjamin Thompson, Behzad Mansouri, Jeremy Cooperstock, Long To e Jeff Blum da McGill University, e posteriormente licenciadas pela Amblyotech, a Ubisoft está unindo esse conhecimento a princípios de jogabilidade para criar um método que melhore o engajamento e a experiência dos pacientes durante tratamento da doença. Esse novo jogo possui potencial para ser usado em terapias de longa duração.

dig-rush-playreplay

O CEO da Amblyotech, Joseph Koziak, declarou:

Enquanto as opções atuais de tratamento, como o uso de tampão, proporcionam alívio limitado e têm baixa adesão de pacientes devido ao desconforto e estigmas sociais, a terapia eletrônica da Amblyotech tem sido testada clinicamente para melhorar significantemente a capacidade visual tanto de crianças quanto adultos que sofrem dessa condição e não utilizam outros tipos de medicação. A partir da parceria com a Ubisoft, temos ainda mais condições de dar aos médicos um panorama completo e certeiro da adesão de novos pacientes e monitorá-los ao longo do tratamento.

O produtor sênior da Ubisoft, Mathieu Ferland, também falou sobre o projeto:

O desenvolvimento do Dig Rush foi uma grande oportunidade para que pudéssemos contribuir com nosso conhecimento e experiência em videogames na materialização de um método revolucionário de tratamento médico. O time da Ubisoft Montreal tem conseguido criar uma experiência mais atraente e divertida para pacientes com ambliopia, e estamos orgulhosos por fazer parte de um projeto que mostra o impacto positivo dos videogames.

dig-rush-2-playreplay

Ao invés de tratar apenas o olho fraco, Dig Rush estimula os dois olhos, para treinar o cérebro a melhorar a capacidade visual do paciente por meio de diferentes níveis de contraste entre azul e vermelho que podem ser vistos através de óculos estereoscópicos. Com esse método, os médicos podem ajustar as configurações do jogo de acordo com o grau de fraqueza do olho do paciente, permitindo que os dois olhos acompanhem os desdobramentos da partida.

Dr. Michèle Beaulieu, diretor associado da equipe de desenvolvimento de invenções e empreendedorismo do Instituto Inovação e parceiro da McGill University, falou:

A McGill University tem uma bonita história de inovação e desenvolvimento de produtos em inúmeros campos do conhecimento, especialmente em ciências biológicas. É um prazer ver que uma de nossas tecnologias deu mais um passo para alcançar o grande público.

ubisoft-playreplay

A ambliopia é um distúrbio ocular que diminui a visão de um olho por causa de um olho desviado ou erro refrativo desigual (quando um olho é mais “poderoso” que outro). Os tratamentos tradicionais, como o uso de tampões em um dos olhos, têm tido baixo eficácia devido à pequena adesão, longos tratamentos e alta taxa de reincidência em adolescentes e adultos. A ambliopia atinge até 3% das crianças de todo o mundo e se não for tratada corretamente pode causar cegueira na idade adulta.

A Amlyotech está buscando a anuência da FDA, órgão regulador americano, para colocar no mercado dos EUA essa terapia. Assim que reunir todas as aprovações regulatórias, o tratamento ficará disponível em todo o mundo.

Related posts

Beyond Good and Evil 2 | Confira o novo trailer cinemático do game

Luciana Anselmo

RePlay #007: As principais notícias da semana no PlayReplay

Rodrigo Estevam

Assassin’s Creed: Odyssey | Ubisoft anuncia dubladores do jogo

Rodrigo Estevam