Image default
Cinema Thomas Lá, Dá Cá

Thomas Lá Dá Cá #15: [ALERTA DE SPOILER E CLICK BAIT] Tudo que eu não gostei em Star Wars: O Despertar da Força

Você já leu os elogios e reviews deslumbrados.

Você já leu os fanboys chorando e anunciado que tínhamos em mãos um filme melhor que O Império Contra-Ataca (hahaha).

Você já esqueceu que A Ameaça Fantasma teve a mesma recepção na semana de estreia.

O que você não viu ainda foi um velho chato reclamando de tudo que ele não gostou (apesar de ter chorado umas cinco vezes no cinema e ter adorado o filme).

Permita-me resolver esse último “problema” em:

TUDO QUE DEU ERRADO EM O DESPERTAR DA FORÇA
Alerta: essa é sua última chance para fechar a janela e sair daqui sem tomar spoilers. Depois não adianta gritar “NOOOOOOOO!”

Eu já vi esse filme
Sabe o que eu mais quero de um filme de Star Wars? Aquele sentimento bacana de deslumbramento e descoberta.

Só que é meio difícil sentir isso quando a estrutura de O Despertar da Força segue à risca cada elemento de Uma Nova Esperança. Dos arquétipos ao ritmo do filme, o único modo de se surpreender com suas “reviravoltas” é… bom, nunca tendo assistido os filmes anteriores da saga.

Felizmente, graças ao bom texto de Lawrence Kasdan, que roteirizou maravilhosamente os novos personagens (Rey, Finn e Poe <3 ), piadas e conversas, o impacto dessa sensação de deja-vu é atenuado. Mas não o bastante para a reciclagem preguiçosa travestida de homenagem passar incólume.

Veja também:

Tudo o que adorei em Star Wars: O Despertar da Força
Estamina #06: J.J. Abrams me fez entender a Força de Star Wars [SEM SPOILERS]

Starkiller

Eu achava que nada seria menos relevante que Naboo Starfighters atacando uma nave da federação do comércio como clímax de um Star Wars.

Eu estava errado.

Aliás, a Resistência deve ter o pior sistema de inteligência de toda aquela galáxia muito, muito distante para deixar uma arma dessas simplesmente surgir do nada. Não era mais fácil atacar a Starkiller antes dela estar completa?

John Williams

O mestre é meu compositor favorito de trilhas cinematográficas, então foi com muito pesar que constatei uma triste verdade: sua fonte de inspiração para o universo de Star Wars parece ter secado.

Numa tremenda injustiça histórica, os problemáticos episódios I a III ficaram com as melhores músicas da saga, como Duel of Fates, Across the Stars e Battle of Heroes. O tema da Rey (que passa batidíssimo no filme, mas brilha muito na OST) é super legal, mas faltou um musicão novo que resumisse perfeitamente o tema do novo filme.

O crédito de john Williams é infinito, mas se for para continuar assim, espero que chamem o talentoso Michael Giacchino para orquestrar o próximo episódio.

R2-D2, o babaca

PROVAVELMENTE eu estou errado e devo ter perdido alguma fala entre minhas lágrimas de alegria com o filme, mas… por que diabos ele só se religa sozinho no final do filme? Aconteceu alguma coisa pra ele resolver mostrar o seu pedaço do mapa só depois do Han Solo morrer? Eu sinto que perdi alguma coisa além da conveniente explicação “ele está no modo de conservação de energia desde que Luke foi embora”, então agradeço se puderem esclarecer.

Primeira Ordem

De onde diabos ela veio? Eu precisava de mais informações, nem que elas viessem apressadas e resumidas no texto inicial.

Pode me chamar de burro e limitado (“tenho um mau pressentimento sobre isso” e acho que vai rolar nos comentários de todo modo), mas eu não consigo conceber como a queda do Imperador Palpatine poderia gerar uma organização ainda mais rica, poderosa e ameaçadora que o Império Galático.

Por sinal, como ficou o Senado? E a República? Por que a resistência é tão fraca? Como os X-Wing não evoluíram quase nada nesses 30 anos, mas a Estrela da Morte conseguiu ficar mais de dez vezes maior?

Capitã Phasma

É possível um personagem causar menos impacto que ela?

Resposta: Não.

Snoke

Ele é um gigante com design escrotíssimo ou só foi projetado assim naquele holograma?

Sério, seu visual me pareceu totalmente incoerente com o universo dos sete filmes lançados até agora. Tá certo que é o mito Andy Serkis ali, mas ele precisa mesmo parecer um monstro saído de O Senhor dos Anéis?

PS. Por favor, se ele não for mesmo um gigante, me corrijam nos comentários. Adoraria estar errado sobre isso. :)

[atualização] Um amigo comentou que o universo expandido dá fortes indícios de que ele não é um gigante. Se não for, o design permanece escroto, mas fico feliz pelo menos. Maldito JJ pregando peças assim… [atualização]

Ainda procurando Luke, porque esse cara não é ele

Salvo uma enorme reviravolta no Episódio VIII (o que é totalmente possível, vale frisar), seu personagem foi absolutamente descaracterizado.

Como é possível que o mesmo herói que largou seu treinamento com Yoda, partindo despreparado para enfrentar Darth Vader no auge da coragem e altruísmo, tenha aceitado numa boa largar todos os seus amigos por trinta anos? Pior: como ele foi capaz de largar seu sobrinho atormentado e nem cogitar ajudar Han na cena derradeira do Episódio VII? Aliás, isso nos leva a outro problema, que atende pelo nome de…

Kylo Ren

Certo, então o filho de Han Solo e Leia Organa foi seduzido pelo lado negro. Tudo bem, isso pode acontecer, certamente há precedentes disso na própria família Skywalker. O que eu não entendo é como diabos Han, Leia e especialmente Luke deixaram o garoto chacinar todos os novos Padawans.

[atualização] Parece que eu entendi errado isso e ele, na verdade, não chacinou todos (ou ninguém?), mas sim seduziu e levou uma galera para a ordem dos cavaleiros de Ren ou algo assim. Se for o caso, minha reclamação é sobre o quão porcamente isso foi explicado. [atualização]

Nossos heróis eram mesmo parentes completamente relapsos? Ninguém cogitou aconselhar o garoto e parar seu treinamento antes que fosse tarde demais?

Kylo parece super disposto a seguir os passos de Darth Vader, mas ninguém o avisou que seu avô morreu abraçando o lado da luz? Pior que isso, o próprio fantasma de Anakin não poderia bater um papo com ele e pedir pro garoto parar de fazer merda? Alias…

Onde estão os fantasmas da força?
Eu devo imaginar que Yoda, Obi-Wan e Anakin simplesmente desaparecem após os eventos vistos no Episódio VI? Porque me parece que boa parte dos problemas no universo atual de Star Wars poderia ser resolvido se eles conversassem com aqueles que possuem o domínio da Força. Aliás….

A força não estava em equilíbrio com a morte do Vader?
Agora a gente vai ter desequilíbrio de novo mesmo? Sem explicação alguma sobre isso? Bela profecia inútil aquela, hein?

Com o finn fim do rant, vale frisar que mesmo com todos esses defeitos (que existem em maior ou menor proporção em todos os filmes da saga), adorei assistir O Despertar da Força e estou bem ansioso pelo Episódio VIII. E vocês, o que acharam? Consideram que estou errado em algum desses itens ou realmente temos o melhor capítulo de Star Wars rodando nas telonas de todo o planeta agora mesmo?

Importante:

Se você quiser argumentar que a simples existência do BB-8 redime qualquer problema do filme, estou plenamente de acordo.

Deus abençoe o BB-8.

Related posts

Aniquilação: sci-fi tenta ousar, mas não tem muito a dizer

Thomas Schulze

Top Gun 2 | Tom Cruise revela a primeira imagem do filme

Thomas Schulze

Crítica: Em defesa de Batman vs Superman: A Origem da Justiça

Rodrigo Estevam