Categorias: CríticasSéries

The Flash é tão divertido quanto ler uma boa HQ

Divertido, engraçado, descompromissado e incrivelmente viciante.

A gente podia estar resumindo um blockbuster da Marvel mas, quem diria, estamos falando da história de um super-herói da DC! Pois é, aquela mesma editora que tenta, com todas as suas forças, criar filmes densos, dark e profundos sobre seus maiores personagens, parece ter encontrado no velocista escarlate a escapatória perfeita para produzir escapismo de primeira para todas as idades.

É bem verdade que, muito antes de Flash alcançar o estrelato, Smallville e, mais recentemente, Arrow, já tinham provado que o formato episódico descontraído podia funcionar muito bem na CW. Só que o grande trunfo das aventuras de Barry Allen é, mais do que qualquer outro programa na televisão, nutrir um absoluto orgulho de seu DNA originário dos quadrinhos.

É HQ sem vergonha de ser feliz!

Tudo que já era legal em Arrow (tipo a Felicity <3 ) levado à milésima potência

Há algo de genuinamente cativante em ver um elenco, produção, roteiristas e diretores se dedicando à entregar entretenimento da melhor qualidade sem se preocupar com o quão ridículo o resultado finalmente poderia ser (e não se engane: em mãos menos capazes, certamente seria BEM ridículo).

Os Christopher Nolans e Zack Snyders da vida possivelmente pensariam duas vezes antes de aceitar que um vilão como o gorila Grodd aparecesse em tela, por exemplo. Gente como o Capitão Frio provavelmente precisaria ganhar contornos dramáticos absolutamente pesados para justificar a vontade incontrolável de carregar uma arma congelante e um casaquinho brega por aí. Ainda bem que roteiros pretensiosos passam longe daqui.

Posts relacionados
Encarar um vilão gorila gigante é só mais um dia comum de trabalho

Em The Flash, o que importa é ter tramas cheias de risadas, romances e reviravoltas, tudo temperado por um empolgante senso de companheirismo, presente tanto na equipe que acompanha Barry Allen em suas empreitadas heróicas, como em seu núcleo familiar, formado pelo pai adotivo Joe (Jesse L. Martin, ótimo) e Iris (Candice Patton), por quem o jovem é apaixonado desde a infância.

Não tem problema, pode confessar que você também adora um romancinho. Fica bem fácil torcer e se identificar com Barry Allen (Grant “hiper carismático” Gustin) enquanto ele luta não só contra vilões, mas também para tomar coragem suficiente para declarar seus sentimentos à uma garota que ele ama, o ama de volta, mas o vê apenas como amigo. Como todo relacionamento da série, a dinâmica é super manjada, mas nem por isso menos apaixonante.

“Não, Barry, nem uma rapidinha!”

O vilão da semana acaba sempre eclipsado pelas tramas paralelas do elenco, seja a doutora Snow (Danielle Panabaker) ajudando Barry a ficar bêbado com um drinque super potente (o único modo de contornar seu hipermetabolismo), a busca de Barry para resgatar seu pai, preso injustamente pelo assassinato de sua mãe, ou mesmo as intrigas e motivações misteriosas do doutor Wells (Tom Cavanagh), que acaba tendo um papel gigante no desenrolar das coisas mas, obviamente, não vamos spoilar aqui.

O valor de produção é bem alto e superior ao que nos acostumamos a ver em séries de tv. Visualmente, é um deleite assistir nosso herói ganhar velocidade e se transformar num raio avermelhado, normalmente imerso em situações criativas, como retirar rapidamente todos os passageiros de um trem descarrilhado ou mesmo apanhar flechas do Arqueiro Verde em um crossover explosivo.

E a season 2 já estão tão boa quanto a primeira!

Já deu pra sacar que a série é excelente para quem curte muita aventura, romance, humor e diversão, né? E olha que não há hora melhor para você descobrir (ou rever!) The Flash!

Afinal, a primeira temporada já foi disponibilizada em Blu-Ray e DVD pela Warner no Brasil, e a segunda já está bombando e mostrando o herói mais bacana da televisão em sua luta contra o vilão Zoom. Então que tal fazer que nem o velocista escarlate e ir correndo assistir seus episódios?

Thomas Schulze

Formado na arte de reclamar, odeia a internet. Ainda assim, sua hipocrisia sem limites o permite administrar a página no Facebook, plataforma de divulgação do seu primeiro livro. Você também pode seguí-lo em @thomshoes no Twitter, mas provavelmente é uma má ideia...

Compartilhar
Publicado por
Thomas Schulze

Posts recentes

Com IPI mais baixo, Xbox Series X|S têm preços oficialmente reduzidos

Após redução do IPI ser anunciada pelo governo e publicada no Diário Oficial, Microsoft anuncia…

2 dias atrás

Fortnite | Encontre todas as Moedas de XP da Temporada 4

Saiba onde encontrar todas as Moedas de XP de todas as semanas da Temporada 4…

2 dias atrás

Jogos gratuitos da PS Plus em novembro de 2020

Veja quais são os jogos que serão liberados para assinantes da PS Plus em novembro…

3 dias atrás

Xbox Series X|S ganham data de lançamento

Fãs do Xbox, podem comemorar! A notícia que tanto esperavam finalmente saiu: os novos consoles…

1 semana atrás

Fortnite | Como completar todos os desafios Fortnite: Pesadelos

Fortnite Battle Royale entrou mais cedo no clima de Halloween com o lançamento do Patch…

1 semana atrás

Fortnite | Veja os desafios da semana 9 antes de todo mundo!

Toda semana Fortnite Battle Royale recebe uma nova rodada de desafios, sempre às quintas-feiras. Embora…

2 semanas atrás