Image default
Música Últimos Destaques

Músicas Made In Brazil para você se orgulhar/envergonhar dos anos 80

Muito antes da internet, e antes ainda de canais a cabo como Cartoon Network e FOX Kids criarem grades totalmente dedicadas ao público jovem brasileiro, já havia toda uma indústria feita sob medida para a criançada. Com programas de auditório (Saudades, Xuxa e Serginho Malandro!) e grupos musicais cuidadosamente montados para agradar papais, mamães e seus pimpolhos, as décadas de 1980 e 1990 deixaram sua marca no imaginário popular como uma das épocas mais bacanas para ser jovem.

Aliás, quando o assunto era gravar musiquinha-de-festa-de-aniversário-dos-anos-1980, ninguém tem melhor currículo que o grupo Trem da Alegria. Com oito álbuns na bagagem, a banda é uma das mais célebres criações do produtor Michael Sullivan (famoso por trabalhar com grandes nomes como Tim Maia e Balão Mágico) e ganhou notoriedade graças a seus singles dedicados a animações de sucesso da época, como He-Man:

E até os Thundercats! Como o Brasil não tinha o costume de exibir as aberturas originais dos desenhos norte-americanos, os temas do Trem da Alegria acabavam ficando ainda mais conhecidos que as músicas tema oficiais das animações:

Seu sucesso ia além dos desenhos animados, aproveitando para pegar carona com qualquer coisa que a garotada estivesse curtindo, como os lendários Tokusatsus da Rede Manchete, homenageados em dose dupla nessa música sobre Jaspion e Changeman:

Já perto do fim de sua carreira, em 1991, nem o desenho mais popular do momento, As Tartarugas Ninjas, conseguiu fazer o grupo voltar ao gosto da criançada. Era o fim de uma era para Juninho Bill e seus amigos (Luciano e Patrícia, da formação original, já tinham dado lugar para Vanessa, Amanda e Rubinho quando o último álbum foi lançado).

Power Rangers não é desenho animado, mas marcou a infância de tanta gente que acaba merecendo um lugar ao sol por aqui. Ainda mais quando você tem essa pérola trash dos pequenos Sandy e Junior. Destaque para, mesmo numa versão playback, pterodáctilo ser chamado de “pterodáptilo”.

Pelo poder do prisma Lunar, a Sailor Eliana mandou toda a noção de ridículo e bom senso para presentear a juventude dos anos 1990 com esses maravilhosos efeitos especiais para o clipe nacional de Sailor Moon:

Apesar da tosqueira – ou talvez por causa dela -, a maioria das crianças adorou, especialmente porque a cantora e apresentadora estava na crista da onda graças ao sucesso avassalador do anime Pokémon, imortalizado nesse clipe que tem até Pokébola temática da Eliana, super efetiva para capturar a audiência:

A gente quase não botou essa na lista, afinal a melodia e arranjos são os mesmos da versão original, mas não dá pra fazer uma matéria nostálgica sem citar a Angélica, né? Com a Record arrebentando em audiência com Eliana e seus Pokémon, coube à loira global a responsa de contra-atacar com Digimon – e a roupa mais anos 90 desde Will Smith em Um Maluco no Pedaço:

Falando em Eliana, quem melhor para fechar nosso especial com chave de ouro? Provando que o Brasil foi fundado pela Ordem dos Assassinos (já que “Nada é verdade, tudo é permitido”), aqui está aquela mesma música inocente sobre Pokémon sendo tocada no progama Sabadão 2000, do Gugu, com direito à várias modelos seminuas dançando com camisetas brancas molhadas. Temos que pegar!

Related posts

She-ra volta para nova série na Netflix em 2018

Thomas Schulze

He-Man | Aaron e Adam Nee vão dirigir novo filme do personagem

Thomas Schulze

Tartarugas Ninjas e Caça-Fantasmas se encontram em HQ

Thomas Schulze