Image default
Críticas Games

Spider-Man Miles Morales não deve em nada à aventura de Peter

Spider-Man Miles Morales é um game desenvolvido pela Insomniac Games e publicado pela Sony, lançado em 12 de novembro para PlayStation 4 e PlayStation 5. A história do game se passa na véspera de natal do ano atual, 2 anos após os eventos do primeiro game, protagonizado por Peter Parker.

A introdução do game ocorre com Miles, já atuando como Spider-Man, após também ser picado por uma aranha geneticamente modificada, assim como Peter, atuando lado a lado com o Spider-Man veterano, com ambos tentando frear um Rhino descontrolado causando destruição por onde passa.

Spider-Man Miles Morales na área

Spider-Man Miles Morales

Após a introdução, Peter precisa viajar para a Europa com Mary Jane, a trabalho pelo Clarim Diário, e Miles passa a ser o único Homem-Aranha de Nova Iorque, pelo menos temporariamente. Miles terá que se provar por meio de duros conflitos com família, amigos e consigo mesmo, aprendendo assim também que com grandes poderes vêm grandes responsabilidades.

O game se passa na já familiar Nova Iorque de todos os games do Aranha, a inovação aqui é o cenário estar coberto de neve, em uma situação semelhante à de Batman Arkham Origins. A movimentação de Miles pela cidade não é tão elegante quanto a do já experiente Peter, com 8 anos de jornada nas costas no primeiro game, enquanto nosso protagonista neste game agora que está se adaptando às suas novas habilidades, sendo até mesmo meio desengonçado em suas acrobacias.

Falando em habilidades, é nessas em que Miles se sobressai em relação a Peter. Miles não possui a grande variedade de gadgets como o já experiente cientista, mas conta com o poder Venom, derivado de seus poderes de bioeletricidade e invisibilidade. Os poderes Venom acrescentam bastante variedade ao combate, chegando até mesmo a ser bastante overpower em certos momentos, enquanto que a invisibilidade confere ao herói uma vantagem a mais nos momentos de stealth.

A trilha sonora desfruta da mesma grandiosidade cinematográfica do primeiro game, com sons orquestrais e samples de hip-hop, contextualizado até mesmo na história, pela influência do tio de Miles, Aaron Davis, sobre o garoto.

Spider-Man Miles Morales é um standalone ou DLC?

Spider-Man: Miles Morales

Cabe lembrar que o game não é uma versão tão vasta em conteúdo quanto o game de 2018, mas também não tem uma quantidade tão reduzida quanto uma DLC. É um caso semelhante ao de Uncharted Lost Legacy, contando inclusive com um preço reduzido no varejo.

A história do game tem duração aproximada de 7 horas, onde a busca pela platina pode estender a jogatina por até cerca de 15 horas. É impossível você não ter simpatia e se apegar a Miles ao longos deste tempo de interatividade.

A influência do filme Aranhaverso sobre o comportamento do personagem neste game também é notável, inclusive com uma opção de traje idêntico à animação, com direito a onomatopeias em alguns golpes.

Entretanto, a variedade de inimigos e vilões do game é baixa, reflexo da duração, preço e escopo do título. Você enfrentará somente 3 tipos de “gangues” ao longo do jogo e não pense enfrentar mais do que 3 ou 4 vilões (um deles é apenas um holograma em um simulador de combate).

Quais são as diferenças de Spider-Man Miles Morales no PS4 e PS5?

O game no PlayStation 5 conta com transições muito rápidas, inclusive com mais pessoas e elementos nos cenários; efeitos de raytracing; feedback háptico no controle dual sense; e se aproveita também do aúdio 3D do headset Pulse 3D.

A versão de PS4 também não fica atrás e entrega um desempenho idêntico ou superior ao game de 2018. Ambas as versões possuem inclusive a mesma interface e elementos visuais do primeiro game.

Veredito

É nítido o carinho que a Insomniac vem demonstrando para com a franquia do Cabeça-de-teias, e não conseguimos pensar em outro estúdio que entregaria um resultado tão respeitoso com o universo do Spidey como eles fizeram.

O final do game é emocionante, acerta em cheio o coração daqueles que sempre acompanharam o personagem e aqueles que somente por agora estão se familiarizando com o mesmo.

O jogo também presta homenagens a grandes heróis da vida real que já se foram, e deixa um cliffhanger para o tão esperado Spider-Man 2. Ou a esta altura seria melhor dizermos, Spider-Men?

Fique ligado aqui no PlayReplay para mais novidades.

Related posts

PS4 pode estar atraindo consumidores da Nintendo e da Microsoft

Kate Silva

Minecraft | Incrível projeto recria a Terra-média de O Senhor dos Anéis

Rodrigo Estevam

SEGA 60 anos e os planos da empresa para o futuro

Sávio Cross