Image default
Séries Últimas Notícias

Série da Supergirl pode migrar para o canal The CW, decisão deve ser tomada nos próximos dias

Uma das queridinhas dentre as séries de super-heróis, Supergirl ainda está com futuro incerto. A série foi um tremendo sucesso em sua estreia, mas viu seus números caindo ao longo de sua primeira temporada até estacionar em um patamar de qualidade e audiência alto o suficiente para garantir seu lugar no coração dos fãs e deixar os executivos da emissora CBS satisfeitos.

Mas, pelo visto, não tão satisfeitos assim, já que diversas séries do canal já foram renovadas enquanto Supergirl continua sem saber se terá ou não uma segunda temporada no canal.

De acordo com o Deadline, porém, há chances de a série da super moça voar rumo ao The CW, canal que é casa de The Flash, Arrow e Legends of Tomorrow, outras três séries baseadas em personagens da DC Comics. A loirinha já chegou até mesmo a receber uma visita do velocista escarlate em National City em um dos episódios com maior índice de audiência da temporada.

Segundo o Deadline, a CBS estaria cogitando um acordo para migrar Supergirl para o The CW, e tal decisão seria tomada nos próximos dias (provavelmente entre hoje, 11/05, e amanhã). O grande questionamento que fica é relação ao alto custo da série: será que o The CW teria condições de arcar com os gastos de uma série das proporções de Supergirl?

Caso a série realmente encontre um novo lar ao lado de The Flash e cia, uma das possibilidades para diminuir os gastos seria mover toda a produção para Vancouver, onde o The CW grava suas séries. Outro ponto positivo de mover a produção seria a maior facilidade para gravar crossovers, eventos que costumam aquecer a audiência.

 Veja também:

– Barry encontra a força de aceleração em novo vídeo de The Flash

Por outro lado, poderia ser complicado contar com a compreensão e o retorno de todo o elenco, que precisaria se mudar para o Canadá. Como a série hoje é gravada em Los Angeles, a necessidade de mudar de país poderia nos privar de ótimos personagens como Cat Grant e Maxwell Lord, interpretados por Calista Flockhart e Peter Facinelli respectivamente, os dois nomes mais fortes (e provavelmente mais caros) do elenco.

Se a CBS optar por renovar a série e mantê-la debaixo de suas asas, uma das únicas opções viáveis de manter uma segunda temporada com o mesmo nível de elenco e efeitos especiais seria reduzir a quantidade de episódios.

Veja também:

– Crítica: Em defesa de Batman vs Superman: A Origem da Justiça

Embora nenhuma das emissoras tenha confirmado nada até agora, a única certeza que temos é a de que Supergirl pode não ter uma segunda temporada assim como Constantine, que precisou encurtar sua primeira (e última) temporada após cancelamento por parte da emissora.

Ainda sem renovação confirmada, série da Supergirl tem futuro incerto
Ainda sem renovação confirmada, série da Supergirl tem futuro incerto

Para os fãs e para a série, o ideal seria mesmo a migração para o The CW. O universo de heróis da DC só teria a ganhar com a adição da Supergirl, seus aliados e seus vilões, que poderiam interagir com Flash, Arqueiro Verde e cia.

Um bom indício é que Mark Pedowitz, presidente do The CW, já afirmou se arrepender de rejeitar a série da Supergirl quando seus produtores procuravam uma emissora interessada em acolher o projeto. Quem sabe essa não é a oportunidade que faltava para finalmente vermos o universo DC se fortalecendo cada vez mais nas telinhas?

Fonte: ComicBook.com

Related posts

Barry encontra a força de aceleração em novo vídeo de The Flash

Rodrigo Estevam

Flash e Supergirl vão se encontrar em episódio crossover esse ano!

Rodrigo Estevam

Para alegria de alguns e ódio de outros tantos, Young Sheldon ganha trailer

Thomas Schulze