Image default
Críticas Games

Steep leva você para praticar esportes radicais nos Alpes em grande estilo

Neve. Com certeza você conhece alguém louco pra ver neve, e vivendo no Brasil, com seu clima tropical (e em certos lugares beirando o infernal — alô, Bangu! Aquele abraço!), é bem provável que você também tenha vontade de ver pessoalmente esse belo fenômeno da natureza. Esquiar, então? Pra muita gente é um sonho distante. Pelo menos no mundo real, no que depender da Ubisoft.

Com o lançamento de Steep, a produtora permite a todo e qualquer jogador dotado de um Xbox One, PlayStation 4 ou PC,  possa se aventurar na neve realizando manobras radicais em quatro modalidades de esportes na neve. É possível descer montanhas em alta velocidade com esquis ou pranchas de snowboarding, praticando parapente ou ainda utilizando uma estilosa wingsuit (ou, para os mais íntimos, “roupa de esquilo voador”).

O game se desenrola em um mundo aberto recriando a região dos Alpes, região montanhosa e — adivinha só — coberta de neve. Controlando seu personagem, é preciso encontrar novos pontos de partida para as provas e corridas, que em algumas modalidades são verdadeiros desafios, mas o ponto alto aqui é justamente apreciar a paisagem. Então não se surpreenda ao perceber que parou de jogar para ver o sol iluminando a copa das árvores ou deslizando sem rumo aparente pelas curvas de neve fofa enquanto aprecia o cenário.

Para encontrar novos pontos de partida para as provas é preciso utilizar um binóculo ou, ainda, dar a sorte de passar deslizando próximo de um desses pontos de interesse. Quando encontrados, esses lugares liberam novos trajetos para corridas e desafios que podem ser realizados infinitas vezes, e que rendem bons prêmios quando completados abaixo do tempo recorde. Assim, completar esses percursos permite que você personalize um pouco seu personagem com novas toucas, pranchas, casacos etc.

Deslizar pelas montanhas é bem divertido, e Steep tenta manter uma pegada mais realista em todos os aspectos das quatro modalidades de esportes disponíveis. Assim, não espere realizar manobras mirabolantes de snowboarding; seu personagem age como um humano, salta como um humano e morre tão fácil quanto um humano normal em uma montanha rochosa repleta de neve por todos os lados.

Quando descendo a montanha, utilizar esquis ou a prancha não faz muita diferença, com o jogo permitindo a utilização de qualquer uma dessas modalidades nas corridas. A decisão sobre qual equipamento utilizar é sua, ficando a seu critério escolher aquele que mais te agrada.

O destaque de Steep, em uma escolha totalmente pessoal, ficou para a wingsuit: é divertido e empolgante passar raspando nas paredes de imensos desfiladeiros a toda velocidade e depois sair planando montanha abaixo. Utilizar o parapente, por outro lado, me pareceu extremamente monótono e desnecessariamente (ainda que totalmente compreensível, dada a preocupação de ser próxima da “experiência real”) complicado. Assim, adorei a wingsuit, me diverti bastante com esquis e snowboards, mas detestei cada segundo que precisei utilizar os parapentes.

Uma sugestão que pode ser decisiva na hora de medir o quanto Steep pode te divertir fica por conta do multiplayer. É muito mais agradável, desafiante e prazeroso jogar com outros jogadores — ou simplesmente observar a galera passando a altíssimas velocidades pertinho de você por neve ou pelo ar.

Com a ausência de grandes títulos de esportes radicais na neve, Steep parece uma aposta acertada da Ubisoft, principalmente ao firmar os pés no chão e fugir de manobras humanamente impossíveis. Com jogabilidade impecável, incrível sensação de velocidade, percursos sensacionais e gráficos que nos presenteiam com cenários de tirar o fôlego, Steep conquistou sua vaga dentre os grandes títulos da produtora.

 

Steep – Nota: 3/5

Produtora: Ubisoft
Plataformas: PlayStation 4, Xbox One, PC
Plataforma utilizada na análise: Xbox One

Related posts

Data de lançamento de Escape Dead Island é divulgada

Kate Silva

Juicy Realm é um jogo indie que vai desafiar suas habilidades

Guilherme Soares

Venha nos ver jogando Bloodborne (PS4) em nossa primeira live stream!

Guilherme Soares