fbpx
Image default
Críticas Games

Resident Evil Revelations tem revelações antigas, mas visual e performance renovados

Situado entre os acontecimentos de Resident Evil 4 e Resident Evil 5, e contando a história secreta do triste fim da cidade de Terragrigia, Resident Evil Revelations chega hoje às lojas em novas versões para PlayStation 4 e Xbox One.

O relançamento, agora com taxa de quadros por segundos mais estável, visual mais refinado, resolução 1920×1080 mais suave, movimentação dos inimigos aprimorada e mais detalhes no ambiente, nos põe novamente na pele de Jill Valentine e Chris Redfield, dois agentes da BSAA (e ex-membros da STARS) que, ao lado de Parker e Jessica, seus respectivos novos parceiros, acabam trombando com um novo — e perigoso — inimigo: a Il Veltro, uma organização bio-terrorista responsável pela destruição de Terragrigia.

Embora tenha sido lançado originalmente para Nintendo 3DS em 2012, sendo então um dos melhores e mais belos games lançados para o portátil da Nintendo até então, Resident Evil Revelations continua fazendo bonito nos consoles de mesa da geração atual. Quando adaptado para PS3, Xbox 360 e PC em 2013, o jogo já se mostrava visualmente superior à versão original, mas é no PS4 e no XOne que Revelations mostra todo o seu potencial, rodando a uma taxa de quadros por segundo bem constante (embora tenha apresentado algumas poucas quedas em momentos isolados) e com telas de carregamento curtíssimas, ainda que contando com visual bem mais simples do que games como The Witcher 3 ou Uncharted 4 (o que é óbvio e aceitável, visto que trata-se de um jogo lançado para um console portátil há cinco anos).

Não há espaço para muita novidade no relançamento no quesito história, visto que a versão lançada hoje para Xbox One e PS4 é praticamente a mesma já lançada para as demais plataformas, contando porém com todos os DLCs das versões anteriores agora desbloqueáveis conforme vamos avançando no jogo. A diferença aqui fica por conta mesmo é do estágio The Ghost Ship: Chaos, do Modo de Raide (ou Raid Mode, se você joga em inglês), uma nova versão do popular mapa agora com diferenças na distribuição e posicionamento dos inimigos, além de armas e upgrades muito mais poderosos, oferecendo uma experiência familiar, porém nova e mais desafiadora.

LOJA PLAYREPLAY

O Modo de Raide, aliás, pode ser jogado com mais um jogador em modo online ou em partidas solo, e conta com quatro configurações de controles distintas baseadas em diferentes jogos da série Resident Evil, visando oferecer aos jogadores melhor adaptação na hora de dizimar os monstros pelos estágios. Se você optar por conectar seu jogo a uma conta da ResidentEvil.NET, é possível ainda obter diversas armas utilizando os pontos da rede social da série da Capcom e enviá-las direto para o seu console, possibilitando utilizar seus pontos de jogo para comprar outros equipamentos.

Por mais que seja um re-relançamento de um jogo que já saiu pra praticamente todas as plataformas de games disponíveis no mercado desde 2012, Resident Evil Revelations definitivamente merece atenção. E não apenas por ser uma antiga promessa da Capcom de trazer Resident Evil de volta às origens do terror de sobrevivência, mas também por ser um dos melhores títulos da série até hoje, se aproveitando da jogabilidade de RE4 e RE5 permitindo ainda andar e atirar (uma adição importantíssima para a série, aprimorada em Resident Evil 6). Além disso, Revelations introduziu o formato episódico à franquia, com “fases” um pouco mais curtas divididas em capítulos e contando ainda com pequenos resumos do que rolou no jogo até o seu retorno à jogatina.

Com forte apelo a novos jogadores, sendo o primeiro título de uma série derivada da original mas ainda assim considerada cânone, Resident Evil Revelations é um dos títulos ideais para quem quer descobrir por que a série Resident Evil é uma das mais consagradas dos videogames. O mesmo vale, ainda que em proporção muito menor, para quem jogou Revelations em 2012 mas não lembra muito bem o que rolou no jogo. Esse apelo, porém, não vale tanto para quem jogou o original para 3DS ou as versões para os consoles da geração passada — a menos que elementos como “amor pela série” ou “nostalgia” tenham força o suficiente para abrir sua carteira.

Além das versões — lindas, diga-se de passagem — lançadas hoje para PlayStation 4 e Xbox One, a Capcom planeja ainda lançar versões de Resident Evil Revelations e Resident Evil Revelations 2 para o Nintendo Switch ainda esse ano.

 

Resident Evil Revelations – Nota: 4/5

Produtora: Capcom
Plataformas: PS4, Xbox One, PC, PS3, X360, 3DS
Plataforma utilizada na análise: Xbox One
Produto cedido para análise: Sim

Related posts

Runbow | Versão física chega ao PS4 e Switch em agosto

Luciana Anselmo

Como jogar o multiplayer de Monster Hunter World

Thomas Schulze

Twin Mirror | Novo jogo da Dontnod chega em 2019

Luciana Anselmo