Image default
Séries Especial

Top 6 séries indicadas pelo PlayReplay

Os seis aninhos do PlayReplay estão quase completos! No próximo dia 30, nosso querido site completa seu sexto ano de existência, e para comemorar estamos listando alguns dos nossos jogos, filmes e séries favoritas, por exemplo.

Top 6 Séries mais indicadas pelo PlayReplay

Mais uma vez formulada pela dupla Rodrigo e Vargolino, nossa terceira lista compartilha com você seis séries de TV (ou serviços de streaming) que a gente se amarra!

E não se esqueça: mesmo sendo um Top 6, essa lista não é realmente um ranking. Apenas reunimos seis títulos que a gente adora, então ordem dessa listinha não importa!

#6 – Boardwalk Empire

Boardwalk Empire

Durante a Lei Seca, nos Estados Unidos, em 1920, Nucky Thompson condena o comércio de bebidas alcoólicas. Mas não apenas por boas intenções: Nucky vê ali a oportunidade de lucrar alto com o contrabando e a venda ilegal de álcool.

Thompson lidera um esquema mafioso e lucrativo em Athlantic City, enquanto lida com todo tipo de personalidades, desde políticos famosos a perigosos senhores do mundo do crime.

Regada a jazz e blues, a série conta com narrativa de primeira e personagens bem construídos, sendo muitas vezes inspirados em figuras históricas reais. Um prato cheio pra quem curte uma boa história sobre máfia.

#5 – The Witcher

The Witcher

Adaptando a história criada por Andrzej Sapkowski, The Witcher acompanha Geralt de Rívia, um caçador de monstros conhecido em todo o Continente. Geralt é um Bruxo, um mutante com poderes sobre-humanos e incríveis habilidades como espadachim.

Embora The Witcher tenha sido popularizada mundialmente por conta da série de jogos desenvolvidos pela CD Projekt RED, a série de TV da Netflix adapta os livros de Sapkowski, mostrando o Massacre de Cintra, o “nascimento” da poderosa feiticeira Yennefer de Vengerberg e a fuga da princesa Ciri.

A série foi um verdadeiro sucesso, deixando a Netflix bastante orgulhosa do resultado ao apresentar a história do Bruxo para uma audiência ainda maior — e carente de uma boa história de fantasia voltada para o público adulto após o fim de Game of Thrones.

The Witcher é uma série incrível, com visual exuberante, mas sua narrativa cruzando diferentes períodos no tempo sem nenhuma indicação clara pode tornar a experiência um tanto confusa para quem não leu a obra.

Mas ainda assim fica aí a recomendação, principalmente se você também se apaixonou por The Witcher nos videogames e quer saber mais sobre o universo criado por Sapkowski.

#4 – Peaky Blinders

Peaky Blinders

Na Inglaterra, durante os anos 20, uma gangue domina as ruas de Birmingham: os Peaky Blinders, uma organização criminosa comandada por Tommy Shelby conhecida por suas boinas com navalhas, usadas como armas para cegar seus inimigos.

A série mostra a ascensão da família Shelby, que começou a dominar o cenário das apostas ilegais após organizar o grupo criminoso depois da Primeira Guerra Mundial. Aos poucos, os Peaky Blinders foram encarando e derrotando seus adversários, tomando novos territórios e absorvendo para si as suas principais atividades.

Quando a gangue de Tommy, por acaso, encontra um carregamento cheio de armas poderosas pertencentes ao governo da Inglaterra, o implacável novo chefe de polícia Chester Campbell é designado para desmantelar todo o esquema de corrupção que se atrelou à força policial local e prender os responsáveis pelo roubo das armas. Campbell tem uma carta na manga: Grace Burgess, uma agente que se infiltra nos Peaky Blinders em busca de informações sobre o paradeiro dos itens roubados.

Violenta e visceral, Peaky Blinders prende a atenção da audiência com os planos mirabolantes de Tommy, que graças ao seu perfil mais frio e calculista muitas vezes põe em risco a segurança dos demais membros da família mesmo que não intencionalmente, causando atrito e arriscando tudo o que os Shelby construíram ao longo dos anos.

#3 – A Maldição da Residência Hill

A Maldição da Residência Hill

Uma série de terror da Netflix cheia de reviravoltas, A Maldição da Residência Hill apresenta uma porção de mistérios que te deixam sentado na beirinha do sofá o tempo todo. Cheia de suspensa, com um universo e personagens bem marcantes e bem desenvolvidos, a série realmente faz você se importar com cada uma dos personagens.

Muito bem elaborada, A Maldição da Residência Hill aos poucos vai dando pistas do que realmente está acontecendo na casa mal assombrada. Você começa a entender melhor cada personagem e suas motivações, e como suas ações impactam na trama e na forma como tudo se desenrola.

Um prato cheio para fãs de terror e suspense, estamos no aguardo da segunda temporada!

#2 – The Office

The Office

É muito, muito difícil de acontecer de eu assistir a alguma série mais de uma vez. MESMO. Mas, acredite, tem me passado pela cabeça a possibilidade de assistir a The Office inteirinha pela terceira vez. Sim, TERCEIRA vez.

Porque The Office é simplesmente genial. Deixemos de lado a tentativa falha de replicar o humor britânico da série original estrelada por Rick Gervais, já que obviamente é um tipo de humor bastante distinto. A primeira temporada da versão norte-americana de The Office realmente não é exatamente uma maravilha. Aí vem a segunda temporada e a série se reinventa.

E essa reinvenção faz de The Office uma das melhores séries de comédia já lançadas na TV.  Ao longo de 9 temporadas, o seriado nos apresenta a personagens incríveis e cenas emocionantes em um dos ambientes mais inesperadamente interessantes que você possa imaginar: um escritório.

A série acompanha o cotidiano dos funcionários da filial de Stanton da Dunder Mifflin, uma empresa que comercializa papel. Os personagens principais são todos vendedores de papel que vivenciam diariamente todo tipo de loucura graças ao gerente Michael Scott, que parece não fazer a mínima ideia do que um gerente deveria fazer.

Os demais funcionários parecem viver em mundos paralelos, muitas vezes claramente incapazes de desempenhar suas funções seja por incompetência ou por puro tédio, e ainda assim a filial continua prosperando e prosperando enquanto você continua torcendo e se apegando a cada um deles.

Os personagens são o coração de The Office, e acompanhar suas trajetórias é, muitas vezes, de fazer escorrerem lágrimas — sejam elas de chorar de emoção ou de tanto rir.

#1 – Breaking Bad

Breaking Bad

Quando o professor de química Walter White descobre ter um câncer terminal, sabendo que sua vida estava os dias contados e sua conta bancária estava secando, pensando no bem de sua família ele resolve tentar algo, digamos, pouco convencional: usar seus conhecimentos para fabricar entorpecentes.

Walter se junta ao seu ex-aluno Jesse Pinkman e, juntos, eles criam uma droga de alta qualidade e logo se tornam famosos no submundo do tráfico. Walter passa então a usar o pseudônimo Heizenberg e, aos poucos, mesmo que com a melhor das intenções, para salvar a si e à sua família dos perigos que envolvem entrar para o mundo do tráfico de drogas, o Sr. White vai se tornando cada vez mais cruel e perigoso.

Breaking Bad é uma série simplesmente brilhante. Sua trama te prende do início ao fim, e em um dado momento te faz questionar mesmo sobre se você, como espectador, ainda consegue torcer por Walter White ou se suas ações cada vez mais pesadas o tornaram um bandido tão ruim que você mal consegue suportar. E aí rola alguma reviravolta, um novo vilão surge ou as circunstâncias mudam e você não consegue mais parar de assistir.

Se você ainda não assistiu a Breaking Bad, considere colocá-la logo na sua lista de prioridades. Dificilmente você vai se arrepender.

Related posts

Red Dead Redemption 2 | Como recuperar seu chapéu perdido

Guilherme Soares

Captain Spirit | Assista agora ao nosso gameplay ao vivo no Twitch

Guilherme Soares

Fortnite Battle Royale | O que vai acontecer na Temporada 6?

Rodrigo Estevam