Image default
Últimos Destaques

O que se poderá esperar do futuro dos jogos online?

O debate sobre como os jogos online vão evoluir, em um futuro próximo, está mais aceso do que nunca. Tudo porque a revolução tecnológica permite que muitas especulações surjam, muitas vezes acompanhadas por níveis de imaginação muito elevados.

Porém, e até avaliando as diferentes tendências que já são visíveis atualmente, iremos agora tentar antever alguns padrões e pontos que deverão fazer parte do futuro do gaming nos próximos anos.

Um pouco como já está acontecendo no mercado de apostas online que, com operadores como Sporting beta, estão tentando revolucionar o jeito de se apostar no celular ou em sua plataforma responsiva, o mesmo está acontecendo no mercado de jogos online. Até que ponto os diferentes desenvolvedores de jogos se vão ter que adaptar a um mercado exigente e que está também em constante mudança? Alguns desses seguintes pontos já começam a apresentar alguns sinais convincentes.

Jogos 3D e realidade virtual deverão ser padrão no futuro

O conceito de interatividade e necessidade de elevar o nível de experiência do jogador está fazendo com que, cada vez mais, os novos grandes lançamentos sejam acompanhados por jogos na 1ª pessoa, em realidade virtual ou então mesmo com componentes em 3D, dando a sensação de que personagens e símbolos do jogo possam estar saindo de sua telinha. Tudo para que os desenvolvedores consigam atrair por mais tempo os jogadores que possam ter começado suas sessões de jogos com esse título.

De realçar que grandes lançamentos como The Last of Us — um dos maiores sucessos dos games nos últimos anos — prova que o jogador quer, cada vez mais, poder fazer parte da ação, podendo até se apresentar como uma personagem participativa. A realidade, certamente, que cada vez mais se irá misturar com o que é ficção e somente jogo. Também por isso empresas como Meta estão investindo mais no desenvolvimento de diferentes dispositivos para VR e outro tipo de dimensões para os jogos.

Associação com criptomoedas e metaverso em jogos online

De fato, não são somente nos gráficos, construção de jogo, personagens, missões ou até mesmo tecnologias que promovam uma maior jogabilidade, a realidade é que a exigência dos novos jogadores deverá também passar muito mais pela necessidade de não estar investindo em um determinado jogo, sabendo que esse dinheiro não poderá ser recuperado. Logo, conceitos como metaverso e NFTs, dentro dos próprios jogos online, podem ser exigências para os próximos anos.

O objetivo é que, ao invés de estar apenas pagando para o jogo o valor de uma “skin”, possa deter, dentro da rede, essa “skin”, mas em NFT. Ora, além de ter a mesma utilidade, a vantagem aqui é que poderá conseguir vender essa “skin” dentro do mercado que for criado no próprio jogo. Ou seja, ao invés de estar somente investindo dinheiro no jogo, ainda poderá ter a chance de conseguir lucrar com essa compra e venda, caso tenha feito boas opções e consiga dominar por completo o jogo e sua própria comunidade.

Related posts

Testamos Wolfhunter, a nova DLC de Elder Scrolls Online

Luciana Anselmo

Little Witch Academia | Editora JBC lançará o mangá no Brasil

Thomas Schulze

Remake de Demon’s Souls anunciado para PlayStation 5

Sávio Cross