Image default
Especial Últimos Destaques

125 anos de Big N: muito obrigado, Nintendo!

Minha querida Nintendo, hoje não vim aqui brigar com você. Não vim reclamar da trava de região, não vim pedir um novo F-Zero, não vim perguntar sobre o MMO de Pokémon. Hoje eu estou aqui para agradecer. Afinal, não é todo dia que 125 anos são completados e ainda com uma grande história para se contar, que se interlaça com tantas outras vidas mundo afora e com tantas aventuras inesquecíveis.

Tudo começou com as cartas de Hanafuda, você se lembra? Foi assim que você floresceu para o mundo e logo percebeu que seu verdadeiro lugar era no estranho universo dos jogos eletrônicos. Você cansou de assistir este mercado crescer e decidiu jogar também: assim nasceu o Game & Watch, o seu primeiro videogame, seguido de suas máquinas de arcade. Depois disso, chegou a vez de você salvar a pátria — ou melhor, todo um ramo de produtos — com a sua magia única. Famicom ou NES, foi assim que entrou na vida de muitas pessoas aqui deste lado do mundo.

nintendo-hanafuda-playreplay

A partir daí, você realmente entendeu o que queríamos, o que estavamos precisando. Jogos fora de uma TV? Prazer, Game Boy. Clássicos inesquecíveis? Já olhou os do Super Nintendo? Um mundo em 3D? Saudades do Nintendo 64. E que tal gráficos realmente tridimensionais? Sabemos que tentou com o Virtual Boy, mas você conseguiu depois. Cansou de uma tela? O DS tem duas. Quer se movimentar? O Wii tá aí pra isso.

Você transformou míseros pedaços de plástico com chips e botões em verdadeiros portais para a imaginação, a diversão e várias tardes e madrugadas perdidas em frente ao controle.

Aliás, você nunca teve medo de inovar. Você acreditou nos videogames após o crash e mostrou que ele tinha potencial, fazendo o NES ser um sucesso. Você viu o mundo em três dimensões e deu ao mundo a profundidade que precisavam nos jogos com o N64. Mesmo dando errado, você tentou implantar o efeito 3D nos anos 90, aprendeu com o erro, e fez tudo certo com o 3DS anos depois.

Virtual-Boy-PlayReplay

Jogos complexos poderiam estar na palma da mão de qualquer um e seu Game Boy provou isso. Hoje é fácil falar que telas de toque podem ser usadas para jogar, mas o DS já sabia disso desde 2004. Isso sem contar tudo que você criou dentro de seus produtos, as características que tornaram seus jogos únicos. Inovação é uma das suas palavras-chave, nunca se esqueça disso.

Só que o mais importante que você fez foi criar histórias. Aquelas que você já sabe o começo, o final e ainda te cativam. Aquelas que são mais profundas do que pensa. Aquelas que se encaixam perfeitamente com o que você precisava na hora. Aquelas que fazem o apertar de botões terem mais significados do que ele tem. Aquelas que só a Nintendo sabe fazer.

Um encanador que sempre procura a sua princesa, mesmo que ela esteja em outro castelo (e chame o sequestrador para festas e corridas de kart). Um herói capaz de cortar o espaço-tempo para conhecer o verdadeiro poder da força, da sabedoria e da coragem. Uma heroína que protege a galáxia e gosta de uma boa armadura. Uma raposa que cruza os céus com sua nave para proteger o universo. Todos já conheceram pelo menos um destes (e vários outros) personagens inesquecíveis. Obrigado por isso.

super-mario-playreplay

E o que dizer de todas as amizades que fizemos durante as corridas de Mario Kart? Das tardes gostosas que passamos tentando vencer os tabuleiros de Mario Party? As risadas que tivemos durante a pancadaria de Smash Bros.? As vitórias nas batalhas Pokémon que travamos entre os nossos portáteis?

Sem esquecer, é claro, de todas as brigas por causa de todos esses eventos (e muitos outros), que sempre foram resolvidos com novas partidas e, consequentemente, mais risadas, mais tardes gostosas, mais vitórias. Um ciclo que vai continuar para sempre. Obrigado por isso também.

pokemon-red-battle-playreplay

Claro que você nem sempre passou a mão em nossas cabeças. Todos nós sabemos bem que você gosta de desafios. E aqueles que fazem o cérebro fritar, o controle ser jogado na parede e soltar um grito de desespero até que se encontre a resposta e nunca mais esqueça.

Sim, estou falando de coisas como o Water Temple de Ocarina of Time (ou quase todos os outros puzzles de Zelda), os Lost Levels de Super Mario Bros. ou a missão final de F-Zero GX no Very Hard. Até mesmo os (nem sempre) tranquilos quebra-cabeças de Layton nos fizeram pensar rápido, encontrar soluções e perserverar. Mais uma vez, obrigado por isso.

ocarina-of-time-water-temple-playreplay

Você também foi uma alma caridosa, capaz de abrigar heróis que não eram seus, mas deram show por sua causa. Já imaginou como seria Battletoads ou Contra se não tivesse passado pelo NES? Já pensou quantos Final Fantasies existiriam se você não tivesse acreditado neles? Como existiria Just Dance se não tivessémos Wii Remotes? E o Sonic, que brigou contigo por tanto tempo e, mesmo assim, ele vive feliz por aqui hoje? São tantos nomes, que nem é possível contar quantos clássicos passaram pela sua mão e hoje moram na nossa memória. Muito obrigado por isso.

Dizem por aí que uma boa história é sempre aquela que tem um ensinamento ao seu final. Se é verdade, eu não sei, mas você nunca esqueceu dessa ideia. Foi contigo que aprendi como é perigoso ir sozinho (é sempre melhor pegar algo antes), mas talvez isso seja um segredo para qualquer um. Aprendi que perguntar não faz mal, principalmente se quisermos saber se alguém é menino ou menina. Aprendi que é difícil tomar decisões na vida, mas a complicada mesmo é escolher entre fogo, água e grama. Por favor, entenda, você é uma verdadeira escola para a vida. Novamente, obrigado por isso.

zelda-nes-dangerous-go-alone-playreplay

Enfim, obrigado por isso e por tantas várias coisas que você nos fez. Tantas aventuras, tantas conquistas, tantos momentos, todos proporcionados em apenas 125 anos. Qual será a fórmula do seu sucesso? Não importa qual seja, desde que continue a usá-la como sempre fez para outros maravilhosos 125 anos.

Parabéns, Nintendo, de todos que tiveram você como parte de sua vida. Você tem um lugar gigantesco em nossos corações: afinal, não é a toa que te chamamos de Big N.

Related posts

Nightmare é revelado como Assist Trophy de Super Smash Bros.

Kate Silva

Europa terá item exclusivo em pré-venda de The Legend of Zelda: Majora’s Mask 3D

Kate Silva

Fãs criam modo multiplayer online para Super Mario 64

Luciana Anselmo