Image default
Games Últimos Destaques

Os 5 melhores casos da série Ace Attorney

Atualmente, a franquia Ace Attorney é bem mais conhecida e adorada ao redor do mundo do que se podia imaginar quando contava com apenas alguns jogos de Game Boy Advanced exclusivos no Japão. Desde seus remakes para o Nintendo DS, a série se expandiu, ganhou novos títulos para o DS e 3DS, além de já ter marcado presença em dispositivos mobile recentemente.

Com tantos games disponíveis, é até difícil de lembrar de todos os julgamentos em que Phoenix Wright fez suas sonoras objeções no tribunal, mas há alguns casos da trilogia original que são impossíveis de esquecer. Na lista abaixo, você pode conferir quais os 5 casos que julgamos como os mais marcantes de Ace Attorney!

 

5. Turnabout Samurai

Talvez um dos casos estranhos e divertidos, Turnabout Samurai do primeiro Ace Attorney tem seus personagens (com Wendy Oldbag em destaque) como ponto forte da trama, já que ela mesmo é um tanto confusa de vez em quando.

Diferente de tantos casos de Ace Atorney, Turnabout Samurai aposta bastante nesse lado cômico mesmo com uma trágica morte sendo o principal tema de seu julgamento. Sem dúvidas, este é um dos casos que define perfeitamente o tom da franquia Ace Attorney.

 

4. Rise from the Ashes

Este é um dos casos mais diferente de toda a trilogia original de Ace Attorney, até porque nunca esteve presente na versão original do Game Boy Advanced, só no remake do Nintendo DS. Também é a primeira vez que Phoenix Wright não conta com a ajuda de Mia ou Maya Fey e acaba tendo se virar com Ema Skye, uma jovem aspirante à detetive.

Além disso, o caso conta praticamente só com personagens novos e recursos inéditos de investigação forense para tirar proveito da segunda tela do DS. Vale mencionar que o caso é bem longo e pode ser confuso se você não estiver prestando atenção em todos os detalhes. Isso o torna no caso perfeito para quem reclama da facilidade de tantos outros casos apresentados na franquia.

 

3. Farewell, My Turnabout

O último caso do segundo jogo da série, Justice for All, marcou a volta de vários personagens queridos do primeiro game. Mas a melhor parte foi colocar Phoenix Wright em um posição delicada: conseguir inocentar um criminoso para salvar sua amiga.

O tema que não se repetiu desde então, mostrava Phoenix sempre com dúvidas morais sobre o que fazer e a parte mais divertida e complicada era exatamente tentar conseguir provas de que seu cliente não era culpado, mesmo sendo.

 

2. Bridge to the Turnabout

O último caso de Trials and Tribulations, terceiro jogo da série, faz um trabalho lindo ao conectar os acontecimentos dos casos anteriores do jogo e ao revelar todos os problemas colocados em cada um.

Depois de muitas revelações e partes emocionantes, o caso dá um fim ao que seria também o final da série Ace Attorney, como seu criador planejava. Claro que não foi exatamente isso o que aconteceu, afinal, as sequências estão aí para isso, mas levando a intenção original em consideração, é difícil não ver Bridge to the Turnabout como um final digno para a história de Phoenix Wright.

 

1. Turnabout Goodbyes

O quarto caso do primeiro jogo de Phoenix Wright traz uma virada incrível quando coloca o seu rival, Miles Edgeworth, como seu cliente, a quem você deve defender e provar sua inocência no tribunal.

Com diversos personagens e diferentes ferramentas sendo usadas nas partes investigativas, este caso acaba sendo mais desafiador do que seus predecessores e, além de tudo, é um dos mais emocionantes da série. Como sempre, está cheio de reviravoltas que obviamente não revelaremos aqui.

Related posts

Anunciada distribuição de Pinsir e Heracross na América do Norte

Eidy Tasaka

RePlay #11: As principais notícias da semana no PlayReplay

Paula Travancas

Devil May Cry HD Collection não suportará resolução 4K

Luciana Anselmo