Image default
Games Últimos Destaques

A Hora e a Vez da Nintendo: como a empresa pode acertar em cheio com o NX

O grande momento está chegando! Depois de mais de um ano de silêncio e toneladas de rumores, estamos provavelmente a menos de um mês da revelação do console de nova geração da Nintendo, o famigerado NX.

Para variar, a gigante nipônica está dando indícios de que irá por um caminho diferente, oferecendo uma nova forma de jogar. Mas dessa vez, por mais que boa parte das pessoas estejam falando que a empresa virá novamente com uma inovação inútil, tal como fez no Wii U, tenho a impressão de que as coisas serão diferentes.

Não se engane, a Nintendo é menos ingênua do que parece. E mesmo que não seja imune a tropeços em seu percurso, geralmente sabe muito bem o que está fazendo. No mês passado, o conceituado portal Eurogamer noticiou o que parece ser o mais coerente e confiável rumor do que seria o novo console da empresa.

Arte do Eurogamer ilustrando o possível conceito do NX
Arte do Eurogamer ilustrando o possível conceito do NX

Apoiado em diversas patentes e pequenas declarações feitas pela Nintendo nos últimos meses, a página afirmou que o console se trata de um portátil superpoderoso que pode ser ligado à sua TV, tornando-o também um console de mesa. O aparelho utilizaria o processador Tegra X1, da Nvidia, mesmo utilizado na linha Shield, além de possuir controles desacopláveis, possibilitando tanto experiências para um jogador quando de multiplayer.

Então quer dizer que com o NX a Nintendo estaria abandonando o mercado de consoles de mesa para se dedicar unicamente aos portáteis? Muito pelo contrário!

Já não é novidade para ninguém que a Nintendo não segue caminhos convencionais e que não se importa minimamente com o que está acontecendo na concorrência para tomar suas decisões de negócio, e caso os rumores se provem verdadeiros, ela estará seguindo novamente o seu próprio caminho, mas dessa vez, da melhor forma possível.

Upgrade, novo console ou tablet? Anúncio do Wii U deixou público confuso
Upgrade, novo console ou tablet? Anúncio do Wii U deixou público confuso

Um dos maiores problemas do Wii U foi a falta de jogos, seja por parte da própria Nintendo ou mesmo das third parties. Outro grande problema era a falta de capacidade gráfica e a arquitetura diferenciada do console perante seus concorrentes, o que dificultava muito que jogos multiplataforma fossem levados ao videogame.

Com um console híbrido, a Nintendo acabaria resolvendo estes dois problemas, já que o desenvolvimento dos jogos, sejam da Nintendo ou de outras produtoras entram em uma esteira única de produção, já que não será mais preciso dividir as equipes e os esforços em um console de mesa e em um portátil, como ocorre atualmente.

Além disso, as restrições gráficas começam a deixar de ser um problema, já que, mesmo sendo possivelmente menos poderoso que os outros consoles, a Nintendo finalmente se posicionará de maneira correta, sem ter que concorrer com o PlayStation 4 e o Xbox One. O NX não é uma ameaça à Sony e a Microsoft pois estamos falando de produtos completamente diferentes, seja pelo conceito, como era com o Wii e é com o Wii U, mas, principalmente, pelo posicionamento no mercado.

O que a Nintendo parece querer com o NX é se posicionar como uma segunda via, uma opção viável para todos que possa oferecer uma experiência completamente diferente. A ideia principal deve ser a de tomar parte do mercado sem afetar diretamente os concorrentes, mas apenas focada em si própria. Algo como ocorria na época do Wii, mas com um viés muito mais forte às especificidades do novo produto. Afinal, quem não gostaria de jogar o novíssimo The Legend of Zelda: Breath of the Wild em qualquer lugar? Que gamer nunca sonhou com um Pokémon desenvolvido pela Game Freak em um console de mesa? Com o NX tudo isso pode ser possível!

A Nintendo sempre dominou completamente o mercado portátil e falta de jogos nestes consoles nunca foi um problema. Com o conceito proposto no NX, a grande quantidade de jogos deve continuar, já que o console terá espaço para jogos de orçamento menor, como são os lançados para 3DS e superproduções como o novo Zelda e até mesmo o recém anunciado Sonic 2017, já confirmado para NX pela própria Sega. Seria o melhor dos dois mundos em apenas um console.

Um Pokémon para NX poderia suprir nosso desejo por um jogo da série para console de mesa
Um Pokémon para NX poderia suprir nosso desejo por um jogo da série para console de mesa

Caso a empresa não falhe miseravelmente na comunicação de seu novo produto como fez com o Wii U, ela pode ter um grande trunfo nas mãos. E o momento para anunciar um novo console nunca foi tão propício, já que ela voltou a ser notícia pelo mundo com o fenômeno de Pokémon Go e com o encerramento das Olimpíadas, em que o primeiro ministro do Japão surgiu de um cano no meio do Maracanã.

Claro que eu posso estar completamente errado com tudo isso, afinal, a Nintendo ainda não forneceu nenhuma informação consistente sobre o novo console e todas as informações que temos até agora são rumores muito bem fundamentados e endossados por muitas fontes confiáveis do meio. Confirmando-se os rumores, podemos estar diante de uma nova revolução. E a marca de Satoru Iwata na indústria se mostrará muito maior do que já parecia ser.

Related posts

Zelda Majora’s Mask da Panini é mais uma compra essencial para fãs da série

Thomas Schulze

The Legend of Zelda: Twilight Princess HD pode ter nova dungeon desbloqueável por amiibo

Rodrigo Estevam

Diretor da Pokémon Company não acreditava no sucesso do Switch

Luciana Anselmo