Image default
Hands-on Últimos Destaques

Hands-On: Testamos Dark Souls III, o novo Sword Art Online e muito mais

Nessa segunda-feira, a Bandai Namco organizou mais um dos seus eventos exclusivos para apresentar seus próximos lançamentos para o pessoal da imprensa.

Tive a oportunidade de testar games super aguardados como o incrível Dark Souls III; os populares JoJo’s Bizarre Adventure: Eyes of Heaven, One Piece: Burning Blood e God Eater Resurrection; além mais recente jogo da série Sword Art Online, Sword Art Online: Hollow Realization, e o sensacional Necropolis, que recentemente foi confirmado também para consoles.

Agora, trago pra você minhas impressões sobre os games que pude testar em primeira mão no evento da famosa publisher.

 

Dark Souls III

Vamos começar pelo maior destaque dos lançamentos, Dark Souls III. Dessa vez, a Bandai Namco trouxe uma demo com uma parte nova, um mapa anterior à demo já apresentada anteriormente, trazendo inimigos novos e um novo chefe. Só que, comparados com a outra demo, esses inimigos eram bem mais fáceis, então da pra entender que se trata do começo do jogo mesmo, com tutoriais espalhados pelo caminho e até mesmo um upgrade de Estus logo de cara.

Claro que, como se tratava do início do game, você podia criar seu personagem, mudando a classe, origem, aparência, além do nome. Também fomos apresentados à introdução da história do jogo que, como sempre, traz um ar macabro e sombrio, clima de um personagem sem esperanças de seguir em frente para concluir seu objetivo final, ou seja, a cara de Dark Souls.

Veja também:

Confira as possíveis primeiras imagens e detalhes de Dark Souls III

O jogo traz aperfeiçoamentos nas mecânicas, resultando em uma jogabilidade mais fluida comparado ao seus predecessores. A recuperação de vida via Estus continua no mesmo esquema do Dark Souls II, sendo necessário encontrar um outro tipo de Estus para transformá-lo no que conhecemos muito bem. E garanto que nessa demo deu pra perceber bem melhor que cada inimigo possui uma estratégia única, seja você atacar ele antes que ele te ataque, seja esperar o combo do monstro para entrar o contra-golpe; cautela ainda é a principal arma para se utilizar. Dark Souls III será lançado no dia 12 de abril para PS4, Xbox One e PC.

 

God Eater: Resurrection

Confesso que nunca havia jogado God Eater, e posso dizer que ele me surpreendeu muito. Infelizmente, a versão da demo disponível era a japonesa, então eu não faço idéia do que estava escrito nos diálogos ou qualquer coisa que era dita na tela, então passo apenas aqui a minha experiência ao jogá-lo e garanto: foi fantástico.

https://www.youtube.com/watch?v=S87-DP4Qdpo

Pra você que é um Vargolino da vida e também nunca jogou God Eater, eu te explico: trata-se de um RPG de caça aos monstros, com várias possibilidades de personalização, como a escolha de armas variadas, desde uma foice com foco na velocidade do ataque, a armas mais pesadas, causando mais dano mas pecando na velocidade. Ou até mesmo as armas de uso à distância, já que cada caçador pode equipar uma arma de combate a curta distância, e outro a longa.

Agora vem a informação para quem já é habituado a se aventurar no mundo de God Eater. O novo jogo sofreu algumas alterações, e para melhor, no combate. Sabe aquele golpe mais forte e carregado, que demorava para soltar? Então, agora você pode passar a utilizá-los no meio de combos para causar danos devastadores nos inimigos. Além disso, a demo apresentava três modos de dificuldade: fácil, médio e difícil. Como foi meu primeiro contato, escolhi o médio e confesso que eu adorei a jogabilidade, aqui eu conseguia controlar muito melhor os personagens do que em outros jogos do mesmo estilo

E mais, é possível jogar com mais  três NPCs para te auxiliar na caça, ou até mesmo incluir três amigos nessa aventura. E para quem tem um PS Vita, está confirmado o crossplay entre o portátil e o PS4. God Eater: Resurrection ainda não tem data para lançamento por aqui definida, mas no Japão o jogo será lançado no dia 29 de outubro para PS4, PS Vita e PC.

 

One Piece: Burning Blood

É claro que não podiam faltar os jogos baseados em animes, uma das especialidades da Bandai Namco. Um dos destaques da vez foi One Piece: Burning Blood, um jogo de luta situado no universo do anime e mangá mais popular da Shonen Jump.

Em Burning Blood, Luffy e sua trupe embarcam num modo de luta de três contra três e a demo trazia oito personagens, desde o protagonista até seu fã, Bartolomeu. Com certeza, a versão final do jogo vai apresentar muito mais personagens, fazendo os fãs pirarem na variedade, coisa que a desenvolvedora se mostrou bem apta a fazer com Cavaleiros do Zodíaco e Naruto.

Veja também:

Bandai Namco lança novo trailer e screenshots de One Piece: Pirate Warriors 3

Como já era de se esperar, a jogabilidade é bem simples e fácil, fazendo com que jogadores novos dominem bem rápido os controles. Contando com golpes para fazer combos e os ataques especiais que já são conhecidos na série, Burning Blood permite que a pancadaria coma a solta, trazendo efeitos dignos dos melhores jogos de luta. One Piece: Burning Blood chega às lojas no dia 31 de maio para PS4, Xbox One, PS Vita e PC.

 

Necropolis

Eu sei que comentei de Dark Souls III ali em cima e que, pelo menos, vocês já tem alguma noção do que se trata. Necropolis não foge muito da idéia da série Souls, já que os controles são basicamente os mesmos e a dificuldade, então, completamente comparável. Ouvi dizer lá no evento que este poderia ser considerado um “Dark Souls artístico”, o que é algo bem razoável de se dizer. Necropolis é um jogo muito lindo, com arte bem simples, ambientes em tons de cinza, e inimigos que se destacam pelas cores chamativas. O jogo consegue criar um diversão infinito ao gerar desafios e mais desafios de derrotar hordas de inimigos de uma vez.

A idéia do jogo é bem simples, você tem que ir descendo os andares e derrotando os inimigos que se encontram pelo caminho. Quanto mais andares você desce, mais inimigos poderosos vão aparecendo em sua frente. Os monstros derrotados derrubam itens e equipamentos que você pode usar para melhorar seu arsenal para facilitar um pouco a sua jornada. Repleto de diversão e desafios, Necropolis será lançado junho e setembro desse ano com versões para Xbox One, PS4 e PC.

 

Sword of Art Online: Hollow Realization

O mais recente jogo da série Sword of Art Online contou com uma demo na qual seu objetivo principal era derrotar um boss poderoso. Mas até chegar nele havia muito o que fazer, já que o mapa do jogo é gigantesco. Era possível perder a noção do tempo e ficar “eternamente” no campo derrotando os inimigos aleatórios que apareciam no caminho. Ah, os jogos de mundo aberto e suas deliciosas perdições!

É claro que dessa vez me contive e efetivamente testei o que o jogo tinha para oferecer, e poso garantir que Hollow Realization está absurdamente fantástico. Nunca assisti ao anime, tampouco tinha procurado saber mais sobre o jogo até então, mas digo que agora estou correndo atrás desse prejuízo, tanto lendo sobre o game quanto assistindo à animação japonesa.

O novo jogo da série conta fluidez fantástica nos controles, com um sistema de combo em que o dano causado por cada golpe vai aumentando de acordo com a quantidade de ataques desferidos. Mas é claro que tudo deve ser usado estrategicamente, pois seu personagem pode cansar após sequências muito absurdas de ataques, ficando com a guarda completamente aberta na frente do seu inimigo.

Veja também:

Análise: Sword Art Online: Hollow Fragment tem exploração, pancadaria e harém

Em Hollow Realization você conta com um grupo de três personagens em seu time, e cada um deles conta com uma especialidade, então trate de balancear bem suas escolhas e dar os comandos certos para que seus parceiros de exploração sejam mais efetivos o possível. Caso você jogue online com seus amigos, aí você tem que ter a sorte de eles jogarem bem, porque cada membro é importante pro grupo e se alguém acabar cometendo erros, poderá influenciar na performance do grupo todo.  Sword Art Online: Hollow Realization tem lançamento marcado para este ano para PS4 e PS Vita.

 

JoJo’s Bizarre Adventure: Eyes of Heaven

Por último, mas não menos importante, JoJo’s Bizarre Adventures: Eye of Heaven traz um jogo de luta no estilo J-Stars, em que é possível andar pelo mapa e a luta não se limita a apenas ficar cara a cara contra o inimigo. Só com isso, a Bandai já aproveitou e criou uma interação incrível com o cenário. Por exemplo, em um mapa existe uma casa vai pegar fogo com o tempo e, para você acessar certa parte do mapa, é preciso passar pelo corredor em chamas para chegar num stand de espadas e poder utilizá-las contra seu oponente. Claro que nem tudo está tão escondido assim, você pode também arremessar as caixas encontradas pelo mapa para te auxiliar.

Já o esquema de batalha traz personagens que contam com alguns “espíritos” que auxiliam na luta, desferindo golpes que apenas outros espíritos podem defender. Quando seu espírito toma muita porrada, ele vai “quebrando” a ponto de você ficar um tempo sem conseguir chamá-lo, te tornando vulnerável a golpes dos espíritos dos inimigos. Então o negócio é saber dosar e segurar as pontas para não levar porrada de graça. JoJo’s Bizarre Adventures: Eye of Heaven será lançado exclusivamente para PS4 ainda este ano.

Related posts

Star Wars Battlefront 2 deve passar por mudanças em breve

Luciana Anselmo

Zone of the Enders | Jogo ganha data de lançamento

Luciana Anselmo

Jogos mais vendidos no PS4 em setembro são revelados

Luciana Anselmo