Image default
Críticas Música

Gorillaz | The Now Now é um retorno à melhor forma

The Now Now é o mais novo álbum da banda Gorillaz (já disponível oficialmente para download e streaming no Spotify)  e prova que, mesmo em seu sexto disco, o grupo virtual liderado por Damon Albarn continua em ótima forma, ainda capaz de trazer grandes músicas misturando synth pop, soul, new wave e rock!


Veja também:


Com produção de James Ford e Remi Kabaka, o disco soa bem mais coeso e de qualidade uniforme do que o bom, porém instável Humanz. Em parte, isso se deve a uma redução no número de colaboradores, algo pelo qual a banda sempre foi bastante conhecida. O lance é que o excesso de vozes (tanto criativas como literais) de Humanz atrapalhou demais a identidade do CD anterior. Então, ao compor e gravar o material enquanto o grupo estava em turnê, Albarn conseguiu criar uma obra muito mais espontânea, natural e fluída.

Com cara de Gorillaz

Com isso, até as novas músicas que contam com parcerias soam mais redondinhas. É o caso do single Humilty, que abre o álbum em parceria com George Benson: um chiclete delicioso que, tal qual o clipe indica, é perfeito para ouvir em um dia ensolarado na praia. Como todas as faixas que se seguem, ela é um pouco trippy, atmosférica, com uma batida envolvente e bem construída.

Essa vibe alegrinha se repete em faixas com um foco maior no instrumental, com pouco ou nenhum vocal, como Lake Zurich e Tranz. Curiosamente, The Now Now também explora o outro lado da moeda e possui faixas atmosféricas e instrumentais melancólicas, o que cria um bom contraste com essas músicas e ajuda o álbum a soar mais interessante.

One Percent, Idaho e Souk Eye, por exemplo, podiam facilmente estar em um disco do Blur ou da carreira solo de Albarn, e trocam a vibe ensolarada californiana por uma fria, chovosa e cinzenta tarde londrina. É aquela melancolia (com apenas uma pitadinha discreta de otimismo) que o compositor sempre soube explorar como poucos.

Pequenos tropeços e grande triunfo

Mas nem tudo foi um acerto certeiro no disco. Hollywood, a parceria com Snoop Dogg e Jamie Principle, é uma das poucas decepções do álbum, já que em nenhum momento ela chega ao nível de genialidade esperado por nomes desse calibre. Sorcererz e Kansas também não conseguem criar uma batida tão dançante quanto gostariam, e soam mais como filler do que qualquer outra coisa.

O ponto alto de The Now Now, de longe, é a faixa Fire Flies, possivelmente uma das melhores — ou até A melhor — músicas que o Gorillaz já lançou. Ao mesmo tempo ela consegue trazer um pouco da eletrônica de Daft Punk, o funk de Toejam & Earl e a psicodelia cabeça do disco Think Tank, do Blur. É um achado de canção e, sozinha, ela já vale o disco inteiro!

As poucas faixas fracas não abalam a qualidade geral do disco e, entre tantos acertos, sem dúvidas The Now Now é um dos melhores e mais interessantes trabalhos do Gorillaz!

[rwp-review id=”0″]

Related posts

Mega Man 11 | Capcom solta trailer, revela capa e data de lançamento do jogo

Thomas Schulze

Steam | Confira as principais promoções do Ano Novo Lunar

Luciana Anselmo

Top 6 Animes indicados pelo PlayReplay

Guilherme Soares