Image default
Cinema e TVSériesÚltimas Notícias

Liam Cunningham defende o teletransporte em Game of Thrones

Se você, como nós, achou a sétima temporada de Game of Thrones cheia de furos de roteiro e teleportes mágicos, talvez se interesse em ler a entrevista que Liam Cunningham deu ao site do The Washington Post sobre os rumos recentes do seriado. Traduzimos os melhores momentos para sua conveniência:

“O jeito como vejo isso dos teleportes é que, bem, quando vimos o Ned Stark perder a cabeça na primeira temporada, e as pessoas ficaram de queixo caído porque foi uma grande reviravolta, já que o protagonista não deveria morrer, enfim, quando isso aconteceu, foi quando as pessoas perceberam que as regras da ficção não se aplicavam mais. Acho que é isso que está acontecendo agora comigo, Varys e os outros. Quero dizer, são essas coisas de viagem. Se você quiser prezar pela continuidade, teríamos que sentar por outros 12 episódios antes de Gendry voltar à Muralha.

O jeito como gosto de ver um seriado de drama é como a vida, só que sem as partes chatas. Não quero ver o Varys comendo seu almoço, nem eu mesmo esperando a chuva passar debaixo de uma árvore. Vamos nos livrar dessas coisas! Como disse o diretor Alan Taylor, nós realmente desafiamos a suspensão de descrença, mas foi pelo bem do drama, e eu acho que você falaria pros seus amigos do sofá ‘bem, eles chegaram rápido lá, não?’ e logo esqueceria disso, já que é um show adulto para adultos, então vamos cortar mesmo as partes chatas.”

E aí, concorda com a visão do ator ou está com a gente e considera tudo isso uma justificativa mais furada que Lula depondo sobre o triplex? Comente aqui embaixo;

Related posts

Série Watchmen começa filmagens em abril

Thomas Schulze

HBO libera teaser do quinto episódio de Game of Thrones

Thomas Schulze

Jogo Game of Thrones, da Telltale, será lançado na próxima semana

Kate Silva