fbpx
Image default
Especial Estamina

Estamina #07: The Winds of Winter is coming. Né, George R.R. Martin?

Vocês queriam uma atualização. Aqui está a atualização. Vocês não irão gostar. The Winds of Winter não está pronto”, assumiu George R.R. Martin. Com essas palavras, logo no segundo dia de 2016, ele resolveu abrir o jogo com os fãs e consigo mesmo mostrando que é um ser humano cheio de necessidades e imperfeições antes de ser a mente genial e milionária por trás da saga literária As Crônicas de Gelo e Fogo e estragando todo o meu plano de leitura.

Antes de ver a série da HBO, eu nunca tinha iniciado a leitura de algo que ainda não havia sido inteiramente publicado. No caso de Game Of Thrones, me forcei a isso, pois não conseguia me resumir aos episódios e deixar de ter acesso à fonte. Olha só no que eu fui me meter…

"Nobody said it was easy...."
“Nobody said it was easy….”

O post “Last Year (Winds of Winter)” que Martin publicou em Not A Blog possui um parágrafo introdutório que cita Charles Dickens, um dos ícones da literatura inglesa (aliás, se você nunca leu Dickens, faça-se esse favor, por gentileza). Através das palavras de George, já consegui identificar o tom de pesar e desabafo que o texto teria. Frases depois, a especulação se torna oficial: o sexto livro não está pronto. Quando li isso, scrollei a página, notei que a publicação dele era gigantesca, fui para um lugar confortável o bastante para o que estava por vir e segui em frente.

Veja também:

– O que acontece quando se mistura Zelda com Game of Thrones

Meus editores e publishers estão decepcionados, a HBO está decepcionada, meus agentes e editores estrangeiros e tradutores estão decepcionados … mas ninguém poderia estar mais desapontado do que eu”, revelou Martin. É claro que ninguém está feliz com essa notícia, time is money para o mercado e sempre será, não há discussão quanto a isso. O fato é que George fez questão de dizer que ele também está desapontado. A partir desse momento, minha imaginação transportou Martin e eu para um confessionário. Fui como leitora e redatora que sou, pois enxerguei com clareza que George R.R. Martin iria se declarar culpado por ter furado o prazo de entrega.

LOJA PLAYREPLAY

Na verdade, antes de ouvi-lo, fiz uma simples e automática pergunta: “Quando isso vai sair então, homem?”. George enrolou, enrolou, enrolou mais um pouco, e disse nas entrelinhas que não tem a mínima ideia de quando vai terminar de escrevê-lo: “Estou meses longe [de terminar o livro]… e isso se a escrita for bem. (Às vezes ele vai. Às vezes isso não acontece.) Capítulos ainda precisam ser escritos, é claro… mas também reescritos. Eu sempre reescrevo, às vezes é apenas polimento, às vezes são grandes reestruturações”. Como redatora, vi que ele está dizendo o que todos nós dizemos: a verdade. Como leitora, senti uma angústia fora do comum justamente por estar mais adiante na série do que nos livros, algo que estava determinada a reverter assim que a publicação do sexto livro acontecesse.

House-Greyjoy-game-of-thrones-playreplay-estamina

Durante seu depoimento, Martin detalhou todo o plano em formato de cronograma que tinha acordado com seus editores: a primeira data de entrega, a surpresa em contar com mais dois meses extras… “mas, verdade seja dita, às vezes a escrita vai bem e às vezes não, e isso é uma verdade para mim desde os meus 20 anos.” Enquanto isso, minha cabeça ficava entre a cruz e a espada, pois quanto mais eu me reconhecia em seu processo de criação como escritor, mais desesperada eu ficava como leitora ao saber que a publicação tomará mais tempo do que o esperado por mim e por todos os envolvidos.

Por fim, como eu esperava, ele esclarece que não foi exatamente a fluidez de sua escrita que o deixou preocupado a ponto de ir a público falar sobre o assunto. O que mais o influenciou em sua decisão de assumir o atraso foi todo o sucesso e audiência da famosa série da HBO renovada para a 6ª temporada.

game-of-thrones-season-6-playreplay-estamina

Em posse dessa palavra mágica, li no post de George a segunda pergunta que eu já estava formulando: “Será que a série dará ‘spoilers’ dos livros?” Sua resposta veio em seguida, curta e grossa: “Talvez. Sim e não”. Pense comigo: justamente por estar totalmente envolvido na produção da série da HBO, ele não soltaria spoilers sobre a temporada que nem começou, não é mesmo? Por outro lado, também não poderia mentir dizendo que os próximos episódios seriam jogados no lixo só porque o sexto livro não foi publicado antes do início da sexta temporada.

Veja também:

– Personagem de Game of Thrones serviu de inspiração para protagonista de Horizon, para PS4

O caso de Game of Thrones e As Crônicas de Gelo e Fogo é talvez único. Eu não consigo pensar em nenhum outro caso em que o filme ou programa de TV saiu enquanto o material de fonte ainda estava sendo escrito. Então, quando você me perguntar, ‘será que a série estragará os livros?’, tudo o que posso fazer é dizer: ‘sim e não’, e murmurar mais uma vez sobre o efeito borboleta. Essas belas borboletinhas têm crescido e se transformado em poderosos dragões. Alguns dos ‘spoilers’ que você pode encontrar na sexta temporada podem não ser spoilers coisa alguma… porque a série e os livros têm divergido, e continuarão a fazê-lo”, definiu George R.R. Martin.

game-thrones-season-6-jon-snow-playreplay-estamina

Concordo com ele e vou acompanhar de perto o desenrolar dessa situação tão inesperada para o próprio autor e sua equipe. O engraçado é pensar que agora eu, que já estou vivenciando essa incerteza há meses, estou ganhando a companhia de ninguém mais, ninguém menos, do que o próprio autor nessa aventura. Que mundo pequeno!

Para mim, para você, para George R.R. Martin e para qualquer ser humano da face da Terra, não há escapatória. Como o autor disse várias vezes em seus posts, “[o livro] estará pronto quando estiver pronto”. Sem ter para onde correr, criei a terceira e última pergunta: “O que eu faço agora?”. Mais uma vez, Martin não me deixou na mão e respondeu objetivamente no mesmo post: “Como você pretende lidar com isso… ei, isso é com você”. É bem por aí…

Related posts

Por que os dragões estão tão presentes na indústria do entretenimento?

Rodrigo Estevam

Telltale divulga lista dos treze protagonistas do jogo Game of Thrones

Kate Silva

Estamina #04: Me empolguei com o anúncio da série Supermax, da Globo. E agora?

Janaína Pereira