Image default
Especial Últimos Destaques

Qual é o seu perfil como jogador? Descubra com o Teste de Bartle

Ao produzir um jogo digital, um dos fatores que devemos pensar é em nosso usuário, ou seja, o jogador. Afinal, entendendo como funcionam os diversos perfis de jogadores, conseguiremos proporcionar as mais diversas experiências para atendê-los da melhor forma.

Nesse sentido, o Teste de Bartle vem nos ajudar — e você mesmo pode fazê-lo para descobrir o seu perfil.

Vamos saber como funciona.

O Teste de Bartle e os Tipos de Perfis

Esse teste tem como objetivo traçar os perfis psicológicos que existem em jogos, definindo elementos de interação que mais interessam a cada categoria que ele descreve.

Deve-se lembrar que temos uma categoria predominante, mas não significa que as outras são inexistentes. Citando-as, o teste definiu quatro campos de perfis psicológicos dos jogadores. Dependendo da tradução, pode variar a nomenclatura. São eles:

LOJA PLAYREPLAY

bartle-fabrica-jogos-playreplay-02

  • Conquistadores (Achievers): eles querem realizar as missões do jogo simplesmente e acumular conquistas. Focam bastante em pontos, evolução do personagem, formas que demonstrem que estão no caminho certo do progresso do jogo, acumulando mais e mais;
  • Exploradores (Explorers): o foco deles é desbravar o mundo do jogo, encontrar lugares secretos, descobrir novas funcionalidades, easter eggs e por aí vai;
  • Socializadores (Socializers): gostam do lado social, das missões cooperativas, da comunicação com outros jogadores, trabalho em equipe etc;
  • Predadores (Killers): bastante competitivos, focam em mostrar o seu status de muito bom, melhor que os outros. Estar em um ranking entre os melhores é o seu objetivo.

 

Cada um deles tem um foco diferente e divididos em quadrantes por um gráfico com quatro características: ação, o mundo do jogo, interação e o jogador. Nesse sentido, veja como cada um se caracteriza:

  • Conquistadores são focados em ações no mundo do jogo;
  • Predadores são focados em ações nos jogadores;
  • Exploradores desejam interagir com o mundo do jogo;
  • Socializadores querem interagir com os jogadores.

bartle-fabrica-jogos-playreplay

Teste de Bartle e os Jogos Digitais

O teste tem como base principalmente jogos do gênero MUD (Multi-User Dungeon) e MMORPGs (Massive Multiplayer Online Role-Playing Game). Sua origem veio muito deles, porém se mostra aplicável a outros gêneros.

Percebam que muitos jogos diversificam suas práticas para atender um pouco de cada um deles.

Vamos entender com um exemplo: DotA 2. Esse jogo oferece essas possibilidades. Para o realizador, destruir as torres, construir itens poderosos, evoluir de nível seus heróis, conquistar dinheiros e outras formas de acumular coisas, conquistas… é o foco. Ao explorador, fazer jungles, desbravar cenário, colocar wards, procurar itens secretos e avançar territórios é o principal. Ao socializador, coordenar a equipe para o jogo, conversar com eles, provocar inimigos, comemorar, trocar itens, adicionar jogadores à lista de amigos é um fator preponderante. Aos predadores, quanto mais puderem matar heróis e derrotá-los, melhor. Se tiver uma pitadinha de zombaria, melhor ainda.

Você se identificou com um deles? Percebe também que, em certos momentos, você já foi um deles? Isso é perfeitamente normal. O interessante é diversificar esses elementos para atender os mais diversos públicos, como já vimos em outras postagens minhas aqui no PlayReplay.

Ficou curioso para saber o seu perfil? Faça o teste de Bartle aqui e descubra. Está em inglês, mas é tranquilo. Clique em “Get Started” e manda ver.

Também acompanhe o Fábrica de Jogos, tanto no blog quanto no nosso canal no Youtube, se deseja se tornar um desenvolvedor de jogos digitais.

Um abraço e feliz 2016, gamer!

Related posts

Como é jogar sendo desenvolvedor de jogos digitais?

Fabiano Naspolini

Fábrica de Jogos: saiba como criar jogos digitais divertidos

Fabiano Naspolini

Os sete arquétipos de narrativas para jogos digitais

Fabiano Naspolini