Categorias: CinemaCríticas

Um Pequeno Favor te deixa na pontinha da poltrona do início ao fim

O mais recente filme do diretor Paul Feig (Caça-Fantasmas, A Espiã que Sabia de Menos), Um Pequeno Favor não tem nada de pequeno. Com proporções grandiosas começando pelo elenco, que conta nomes de peso como Anna Kendrick (A Escolha Perfeita) e Black Lively (A Incrível História De Adaline), bem como pela narrativa adaptada do livro homônimo de Darcey Bell (publicado no Brasil pela editora Bertrand Brasil) e o visual caprichado, Um Pequeno Favor se mostra um verdadeiro gigante na telona.

Na trama, Kendrick é Stephanie Smoulders, uma dona de casa vlogueira que passa os dias cuidando do filho pequeno e publicando vídeos em seu canal na internet. Stephanie vive um dia após o outro, sem muita perspectiva, até que conhece Emily Nelson (Blake Lively), a bem-sucedida mãe de um coleguinha de seu filho. A partir daí, a vida de Smoulders tomaria um rumo completamente inesperadoe revigorante.

Completos opostos, a meiga e suscetível Stephanie cria uma inesperada amizade com a ambiciosa e misteriosa Emily, a ponto tornarem-se confidentes uma da outra. O que Stephanie não sabia era que um dia, após ligar pedindo “um pequeno favor”, Emily desapareceria e mudaria a vida da vlogueira para sempre. E é a partir daí que a trama decola e te deixa sentado na pontinha da poltrona.

Um Pequeno Favor é um daqueles filmes que passam voando. Bem amarrada, a trama vai se desenrolando pouco a pouco em um ritmo fácil de seguir, mas ainda assim complexa e interessante o suficiente para te deixar morrendo de vontade de descobrir o que raios está acontecendo. Sob a perspectiva de Stephanie, em um primeiro momento o espectador fica ansioso para descobrir mais sobre a misteriosa Emily. Em seguida, a dúvida que fica no ar é se estaria Emily morta, sequestrada ou foragida. Um mistério este que guia a história e torna a experiência de assistir a Um Pequeno Favor interessante e divertida.

O tom do filme é outro ponto que merece destaque. Afinal, Um Pequeno Favor é uma mistura de suspense, thriller e comédia que tinha tudo para dar errado e, no final das contas, deu mais do que certo. Parte do crédito vai para o diretor Paul Feig, que foi capaz de adaptar o roteiro de Jessica Sharzer (American Horror Story) de maneira divertida e instigante.

Posts relacionados

Também estão de parabéns as equipes de trilha de sonora e figurino de Um Pequeno Favor. Enquanto as músicas ajudam a conduzir a trama e muitas vezes ditam o clima de cada cena, o figurino faz um trabalho fenomenal utilizando as roupas das personagens para refletir suas personalidades e seu desenvolvimento pessoal ao longo de todo o mistério e seu clímax.

Porém, quem merece todos os louros desta adaptação são sem dúvida Anna Kendrick e Blake Lively, que dão vida a duas personagens tão distintas, mas igualmente interessantes. A química entre as atrizes na tela é ótima e as duas interpretam de maneira perfeita suas personagens. Kendrick nos entrega uma perfeita atuação como mãe solteira introvertida, solitária e amável que aos poucos vai descobrindo ser muito mais do que isto, e o desenvolvimento da personagem é crível e bem executado. Já Lively está perfeita como a mulher de negócios voraz, sarcástica e sensual.

Um Pequeno Favor tem, porém, um pequeno problema: com tantas reviravoltas, sendo a maioria delas surpreendentes e interessantes, a conclusão da trama pode parecer um pouquinho aquém do restante do filme. O filme acaba pagando o preço por todos os plot twists que, embora soem meio rocambolescos, quase dignos de novelas mexicanas, no final das contas são bem executados e acabam sendo um dos maiores pontos altos do longa, ofuscando até mesmo a conclusão da história. O famoso pecado por exagero.

É bastante difícil escrever sobre Um Pequeno Favor sem soltar vários spoilers, mas este é o tipo de filme que vale a pena assistir sabendo o mínimo possível sobre sua história. Cada surpresa, cada reviravolta na trama, é um verdadeiro banquete para fãs de mistérios, sem contar a boa dose de risadas que vem como acompanhamento.

Com atuações de primeira categoria, história instigante e um mix perfeito de suspense, investigação e comédia, Um Pequeno Favor é um filme que merece ser assistido do início ao fim. Suas quase duas horas de duração passam voando. Faça a si mesmo um imenso favor e assista logo a Um Pequeno Favor.

[rwp-review id=”0″]

Rodrigo Estevam

Gosta de cachorros, pizza e pipoca. Já foi fanboy da Nintendo e da Sony, mas hoje joga qualquer coisa. Já colaborou em sites e revistas como GameBlast, Nintendo World, Herói e Portal Pop, mas hoje se dedica exclusivamente ao PlayReplay.

Compartilhar
Publicado por
Rodrigo Estevam

Posts recentes

Jogos gratuitos da PS Plus em dezembro de 2020

A Sony anunciou hoje a lista de jogos que serão disponibilizados gratuitamente para assinantes da…

6 dias atrás

Crash Bandicoot 4 : It’s About Time é a continuação que todo fã merecia!

Os anos 90 foram repletos de jogos de plataforma de qualidade. A Nintendo tinha Super…

6 dias atrás

Novo Chromecast pode virar seu console de jogos retrô favorito

Atualmente é muito difícil encontrar um produto eletrônico sem recursos “smart”: A conexão com a…

2 semanas atrás

Cassinos online apostam em novidades tecnológicas para atrair público

Sabemos que a paixão pelos jogos não é algo recente, e que desde os tempos…

3 semanas atrás

PlayStation 5 ganha novos preços após a redução do IPI

A Sony anunciou hoje os novos preços do PlayStation 5 em suas duas versões e…

4 semanas atrás

Com IPI mais baixo, Xbox Series X|S têm preços oficialmente reduzidos

Após redução do IPI ser anunciada pelo governo e publicada no Diário Oficial, Microsoft anuncia…

1 mês atrás