Image default
Últimas Notícias

Assassinos podem ser mortos em Assassin’s Creed Rogue

A série Assassin’s Creed, desde o primeiro jogo, permitiu que o jogador assumisse o papel de um assassino furtivo, que tenta impedir o exercício dos cavaleiros templários. Agora, o desenvolvedor da série dará ao jogador a oportunidade de sentir o gosto do próprio veneno, colocando-o no lugar dos templários.

O diretor do jogo Assassin’s Creed Rogue, Martin Capel, diz que ele foi desenvolvido para que os personagens matem o jogador, ao contrário dos jogos anteriores.

Jogando na pele de um templário chamado Shay Patrick Cormac, os jogadores trabalham com as forças britânicas para tirar o poder das mãos dos franceses, além de quebrar o controle e a influência assassina. Antes, os personagens assassinos seguiam o Credo e completavam as missões de forma furtiva, agora que jogam como templários, devem saber que estes não vivem com regras.

Se o jogador quiser um combate puro, terá. Também podem ser usadas granadas silenciosas ou de explosão, tanto em animais quanto em civis. “Esse é o jeito templário”, diz Capel. Não há um Credo pra seguir, então você não recebe nenhum aviso como “Seus ancestrais não matavam civis” ao matar um. Os templários acreditam que os fins justificam os meios.

Na demo do jogo, que foi exibida na Gamescom 2014 (que pode ser assistida abaixo), Shay é um personagem principal bem mais descarado que os assassinos de outros jogos da série. Ele tem acesso ao rifle aéreo, várias granadas e aos traques. Ele pode utilizar a aproximação furtiva, mas também pode correr com as armas em punho.

LOJA PLAYREPLAY

 

[youtube id=”nWivGrCKo4Y” width=”633″ height=”356″]

 

O jogador tentará impedir mortes interceptando os assassinos antes deles terem a chance de revidar. Em jogos anteriores, era preciso ir até um viveiro de pombos, pegar um e ler a mensagem com o contrato de assassinato. No novo título, os jogadores continuam indo aos pombos para descobrir quem devem matar, mas devem cumprir a meta antes que seus alvos fujam

Um dos objetivos principais de Shay é assassinar os assassinos, algo que não será fácil.

Capel disse:

 

Nós criamos um conjunto de personagens totalmente novo para que o jogador faça aquilo que fazia com outros. Os assassinos são bem fortes em combate; utilizarão fumaça, pistolas, atirar barris de pólvora no local, tentarão se esconder e, se Shay apanhar, vai levar muito dano. São os personagens mais difíceis de se enfrentar. Vimos uma oportunidade. Os jogadores terão muitos anos para serem assassinos, mas quisemos reverter a coisa e virar a experiência contra eles.

 

Fonte: Polygon