Image default
Quadrinhos

Aranhaverso #2 continua tecendo boas histórias

Se a primeira edição de Aranhaverso desfiou suas teias para todos os lados, o número seguinte ganhou foco. A mudança editorial parece mais adequada ao futuro da série, que caminha para largar sua conexão com a saga homônima e deve continuar nas bancas como uma espécie de sucessor espiritual da bimestreal A Teia do Aranha.

Prova disso é que a primeira história se passa antes dos eventos de Aranhaverso. Escrita por Sean Ryan, “Não Dá para Evitar”, da Spider-Man Annual 2015, nos permite passar um tempo ao lado de Peter Parker enquanto ele tenta conciliar o trabalho de Homem-Aranha com seu emprego. Ou seja, a mesma boa e velha trama de sempre, ideal para saudosistas e muito bem desenhada por Brandon Peterson.

A Spider-Woman de Dennis Hopeless faz sua estreia nesta edição, e felizmente sua história é contada desde o número 1 e sem cortes. O título ganha bastante força graças a presença da Spider-Gwen que, convenhamos, melhora automaticamente qualquer coisa onde apareça.

4257915-svtu2014002_int2-1

Outra edição de estreia no compilado de Aranhaverso #2 é Scarlet Spiders 1, escrita por Mike Costa. Como o próprio nome indica, esta revista acompanha os mais queridos clones de Peter Parker. É uma ótima estreia que promete muita ação bem desenhada pelas hábeis mãos de Paco Diaz.

Enquanto estas edições batem ponto de forma bem competente, o real destaque da coletânea ainda são os curtos contos bem variados e criativos saídos diretamente da saga Aranhaverso. Desta vez mais focadas nos roteiros de Christos Cage e Dan Slott, vale destacar o encontro sensacional entre Miles Morales, o Aranha da série animada Ultimate Spider-Man e… o Aranha do desenho dos anos 60, com todos os maneirismos e costumes da época! Que sacada genial.

penelopeparker

Menção honrosa para o Clá Aranha de Skottie Young, que segue escrevendo roteiros afiados e sensíveis como os vistos em seu Rocket Racoon, e o troféu fofura máxima para a Penélope Parker de Katie Cook, que escreve e desenha uma linda história capaz de aquecer seu coração até o lançamento de Aranhaverso #3.

Que a próxima edição seja tão legal e variada quanto esta!

Related posts

Novo trailer do modo história de Marvel vs Capcom Infinite

Thomas Schulze

Top 5½ Jogos de super-heróis que infelizmente foram cancelados

Rodrigo Estevam

Homem-Formiga e a Vespa | Trailer final é divulgado

Weslley Domingues