Image default
Críticas Games

Worms W.M.D. diverte novatos e fãs da série

Worms é uma das séries mais clássicas dos videogames. São décadas de grandes jogos que colocam as criaturinhas para se digladiarem em brutais conflitos militares, com direito a granadas, bazucas e metralhadoras. Se você já é um fã da fórmula ou procura uma boa porta de entrada para este apaixonante universo, Worms W.M.D. é uma ótima pedida.

No novo game, lançado em 2016 pela Team 17, todos os elementos mais icônicos da franquia estão de volta, além de uma série de novidades empolgantes. As mecânicas de jogabilidade ainda são as mesmas de sempre, separando os exércitos de minhoquinhas em times e apostando em combates por turnos.

Cada exército precisa escolher uma arma e se movimentar dentro do limite de tempo pré-estabelecido, usando mecânicas mínimas de plataforma no processo. Depois de efetuar o disparo, o jogador apenas observa a ação inimiga até ser sua vez novamente.

Felizmente, o processo nunca foi tão instigante, já que Worms WMD apresenta o arsenal mais rico em opções dentre todos os títulos de Worms. Mesmo que você nunca encoste no novo sistema de criação de itens, há uma quantidade embasbacante de opções.

Além das clássicas ovelhas explosivas, desta vez as minhoquinhas possuem até veículos para dar cabo dos rivais. Tanques, helicópteros e até mesmo mechs de combate fazem com que você nunca jogue uma partida igual a outra.

Progredir nas missões da campanha principal rende boas recompensas, como novas aparências, vozes e músicas para seu exército. Até o hino nacional brasileiro pode ser selecionado com uma das centenas de opções de fanfarras para seu time!

Com suporte a disputas tanto em multiplayer local como online (embora o servidor demore um bocado para realizar o matchmaking), gráficos coloridos, vibrantes e cheios de carisma, e a maior quantidade de opções já vistas em um título da série, Worms W.M.D. é mais do que recomendado para quem procura uma boa opção de estratégia.

Worms W.M.D. – Nota: 4/5

Desenvolvimento: Team 17
Plataformas:PC, PlayStation 4, Xbox One
Plataforma utilizada na análise: PlayStation 4

Related posts

Aquaman prova que a DC tem fôlego de sobra nos cinemas

Rodrigo Estevam

World of Fantasy Fantasy é um mundo de fofura

Thomas Schulze

F1 2017 acelera em direção à vitória

Thomas Schulze