Image default
Críticas Games

This War of Mine: The Little Ones te faz refletir sobre as consequências da guerra

Quem costuma acompanhar as novidades do mundo dos games normalmente conhece as principais franquias de jogos de guerra, como Call of Duty e Battlefield. Quem nunca encarnou o destemido soldado atendendo o chamado de seu país para derrotar os inimigos em uma guerra digital?

Sim, estamos acostumados a estar ali, protagonizando a ação no campo de guerra, mas o que acontece com os moradores das vilas e cidades daqueles países que estavam sendo atacados? Como essas pessoas sobrevivem a todo esse caos envolvendo sua terra natal? A resposta para isso, de certa forma, está em This War of Mine: The Little Ones.

 

O outro lado da moeda

Em  This War of Mine: The Little Ones vivenciamos a experiência de um grupo de pessoas, relativos ou não, que devem ir sobrevivendo os dias da guerra. Não estou falando dos bombardeios, balas perdidas, ou coisas do gênero, e sim de uma situação básica de sobreviver a doenças, fome, depressão e até mesmo a ataques de bandidos tentando roubar seus suprimentos. Vale a pena lembrar que essas experiências são baseadas em fatos reais, dificuldades que as pessoas realmente encontravam durante a guerra.

O jogo começa de forma aleatória, você inicia a jornada com dois ou três personagens sorteados aleatoriamente de uma lista de personagens já existentes no jogo, cada um com uma habilidade especial. No meu caso, integraram minha equipe Pavle, que corria mais rápido que o normal; Bruno, que cozinhava mais rápido comparado aos outros personagens; e Marko, o “limpador”, que tinha mais espaço na mala.

 

O começo da sobrevivência

Na minha história, Pavle e Marko eram amigos de infância e ficaram na casa se sustentando até Bruno aparecer e eles o acolheram. O jogo segue da seguinte forma: você tem suas ações para fazer durante o dia, construir camas para o pessoal descansar, criar o forno para cozinhar, um estande de trabalho para criar armas, entre outras possibilidades, além de cozinhar e alimentar sua turma, dar medicamentos e até mesmo receber visitas inesperadas, como mercadores ou gente pedindo ajuda.

thiswarofmine-thelittleones-analise-playreplay-01

Ao anoitecer, chega a hora de você decidir o que fará da sua noite, tendo as seguintes opções: dormir no chão, dormir na cama (caso você tenha construído alguma), defender sua casa ou procurar por mantimentos. Você pode deixar todos dormindo, todos defendendo, mas apenas um pode ir vasculhar. Definida a função de cada membro, caso vá sair a noite, você define em que lugar vai procurar o que precisa. Cada local do mapa possui certas quantidades de itens que é possível encontrar e, inicialmente, poucos lugares estarão disponíveis para passar explorar durante a noite. Itens como medicamentos, comida, materiais, madeiras, armas, entre outros, estão nessa lista e basta ir lugares que possuem maiores quantidades dos itens que você precisa.

Antes de sair explorando também vale a pena ler o descritivo do lugar. Você pode visitar desde casas com um casais de velhos, igrejas invadidas por bandidos armados que não querem ninguém xeretando suas coisas ou até bases militares normalmente dispostas a trocar suprimentos como álcool e cigarros por alguma coisa útil para você. Definido isso, aí vem a parte difícil: sobreviver a noite e sair do local antes que amanheça.

Como já disse, nem todos vão receber seus personagens de braços abertos, então uma boa dose de cautela é sempre bem vinda. Todas as suas ações feitas durante a noite impactam diretamente no seu personagem e nos outros que ficaram na casa. “Mas como assim?”, você se pergunta. Já te explico, pequeno gafanhoto.

 

Decisões e consequências

Na vida, toda ação causa uma reação. Em This War of Mine essa máxima também vale, e isso fica bem claro, por exemplo, quando você opta por invadir um hospital para roubar suprimentos. Você logo vai perceber que seus personagens reagem de forma tristonha, e seu status passa a ser exibido como “triste”. Existem outras ações ainda mais pesadas, e elas afetam seus personagens de maneiras muito mais agressivas.

thiswarofmine-thelittleones-analise-playreplay-03

Mas nem tudo é tristeza no jogo, também há decisões que você pode tomar que melhoram o humor do grupo. Durante minha jogatina, por exemplo, ajudei as crianças que bateram na porta da casa e dei comida a elas. Não que você seja obrigado a fazer isso, já que comida é algo extremamente valioso, então não dá pra ser a caridade em pessoa o tempo todo. Ajudar ou não outros personagens é uma escolha difícil quando não se tem muito para se compartilhar.

 

The Little Ones

This War of Mine já tem uma versão para PC, lançada em novembro de 2014, mas a versão The Little Ones conta com uma novidade: há crianças em meio do horror da guerra e é seu trabalho fazer com que elas sobrevivam a esse terror sem que elas percam a inocência. Crianças gostam de conversar, falam um bocado, comem menos que um adulto, gostam de brincar e aprendem rápido. Em This War of Mine: The Little Ones é seu dever tratar de cuidar das crianças muito bem.

 

O fim da guerra

Confesso que fiquei muito envolvido com os personagens durante a jogatina e, quando perdi Pavle e Marko (infelizmente, os bandidos levaram a melhor em uma das noites), pensei até em desistir do jogo e começar de novo, sem contar a tristeza que bateu ao perde-los. Mas não quis deixar a morte deles em vão, Bruno e o pequeno Sergei (a criança que apareceu batendo na minha porta antes disso) tinham de sobreviver em memória dos amigos e donos originais da casa. Os sobreviventes deram conta do recado com a ajuda de mais dois novos integrantes do grupo e, depois de árduos dias passando por frios intensos e até escassez de comida, chegaram ao fim da guerra. E está aí o único ponto “negativo” do jogo: a história pós-guerra.

thiswarofmine-thelittleones-analise-playreplay-02

É muito legal ver que seus personagens sobreviveram e saber que fim teve cada um deles, mas eu estava esperando finais mais personalizados, com personagens influenciando as histórias finais uns dos outros. No meu caso, Sergei chamava a novata Katia de tia, fiquei esperando no fim algo que envolvesse os dois, ela tê-lo adotado ou algo assim, mas não foi o que aconteceu, infelizmente.

 

Crie seu cenário

Vale a pena lembrar também que This War of Mine não para só na criação aleatória, você pode montar seu próprio jogo, definindo os locais que aparecerão durante a jornada, a duração e intensidade do inverno, quantos dias a guerra terá até chegar ao seu fim e até mesmo personalizar os personagens, sua aparência e habilidades especiais, para deixar o jogo mais com a sua cara e desafiar os amigos a garantir a sobrevivência do time até o fim da guerra.

This War of Mine: The Little Ones te mergulha de um jeito que você quer fazer de tudo para que sobrevivam e mostra também o lado horrível que as pessoas passam pela guerra, tendo que sobreviver da melhor forma que possível, as vezes até abandonando a moral e ética. The Little Ones está disponível para PlayStation 4 e Xbox One.

 

This War of Mine: The Little Ones — Nota 4,5/5

Produtora: 11 Bit Studios
Plataformas: PlayStation 4, Xbox One
Plataforma utilizada na análise: PlayStation 4

Related posts

Mad Max (Multi) ganha novo trailer contando um pouco de sua história

Eidy Tasaka

Minecraft chegará ao Xbox One ainda nesta semana

Kate Silva

D4: Dark Dreams Don’t Die deixará de ser exclusivo do Xbox One e será lançado para PC

Kate Silva