Image default
Críticas Games

Bioshock the Collection é um pacote essencial

Há sempre um homem. Há sempre um farol. Há sempre uma cidade. E há sempre uma remasterização para nos lembrar do quão boa é a franquia Bioshock. A saga idealizada por Ken Levine chega aos consoles de geração com várias melhorias técnicas e prova que um ótimo design e grandes histórias sempre sobrevivem ao teste do tempo.

Bioshock the Collection é uma coletânea caprichada lançada pela 2K, que reúne os games Bioshock 1, 2 e Infinite, todos devidamente remasterizados.

Quem mais se beneficia das atualizações gráficas é o primeiro Bioshock, que ganhou novas texturas e efeitos de iluminação. Considerando que todos os três games agora rodam em estáveis 60 fps, além de apresentarem maior resolução, é fácil afirmar que Rapture nunca foi tão embasbacante.

Infelizmente, quanto mais recente o game, menores são os aprimoramentos do remaster. Bioshock Infinite, por exemplo, roda no PlayStation 4 e Xbox One como se fosse apenas a antiga versão para PC trabalhando eu sua capacidade máxima. Nada errado com isso, claro, já que Columbia continua sendo um dos mundos mais instigantes e belos já concebidos na história dos videogames.

O problema real reside na falta de atrativos e novidades reais para quem já jogou os três títulos à exaustão em seu lançamento. Apenas o primeiro Bioshock foi agraciado com novos colecionáveis que, por sua vez, liberam um fantástico documentário em vídeo sobre a concepção da franquia. É bem estranho que Bioshock 2 e Infinite não apresentem nada similar, o que indica uma certa preguiça.

Embora o combate da série seja bem divertido com todas as suas armas e plasmids dos mais diversos efeitos, e os personagens apresentem algumas das melhores ideias de design da década, o maior motivo para (re)visitar a obra é verificar o quão bem a sua trama ainda funciona.

Em seu lançamento, a série Bioshock representou uma grande conquista narrativa.

Sua história envelheceu magistralmente. Repleta de questões inteligentes envoltas em uma cativante roupagem sci-fi, a história de Bioshock certamente merece ser passada através das gerações. Que forma melhor de fazer isso do que a revisitando na nova geração de consoles?

Bioshock The Collection – Nota: 4/5

Produtora: 2K
Plataformas: PC, PS4, Xbox One
Plataforma utilizada na análise: PS4

Related posts

Rogue One é tudo que o Despertar da Força deveria ser

Thomas Schulze

Mario Tennis Aces | Um retorno em grande estilo

Hugo H. Pereira

Everything é um videogame sem igual

Thomas Schulze